24 de Maio de 2020 Atualizado 14:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Fique em casa

Onze brincadeiras para fazer com as crianças

As atividades podem envolver toda a família, incluindo também os mais velhos

Por Da Redação

05 abr 2020 às 08:37 • Última atualização 05 abr 2020 às 09:01

Esqueça um pouco os aparelhos eletrônicos e aproveite o tempo em casa para brincar em família e incentivar a imaginação dos pequenos.

Para tentar ajudar nessa missão, veja uma lista com 11 brincadeiras que vão fortalecer os laços afetivos da família, além de promover o desenvolvimento saudável das crianças. As atividades podem envolver todo mundo, incluindo os mais velhos.

Foto: Arquivo Pessoal / Amélia Whitaker
crianças em casa

As atividades sugeridas abaixo e outras ideias podem ser acompanhadas na hashtag #alegriasempilha no Instagram. O movimento foi criado por Amélia Whitaker, empresária e mãe de duas meninas.

Imitando bichos. Essa é para quem é fã dos animais! Cada participante escolhe um bicho que será representado por todos na sequência. Quando o escolhido for o sapo, todos devem agachar e pular bem alto. Além de divertido, é um ótimo estímulo para o desenvolvimento da coordenação motora e o domínio do próprio corpo.

Massagem. A dica é fazer uma massagem relaxante nas crianças! Escolha um ambiente tranquilo, passe nas mãos o óleo essencial de sua preferência e comece com movimentos suaves nas costas dos pequenos. Deslize as mãos de cima para baixo, membro por membro, até chegar aos pés.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Dançar. Coloque uma música que vocês gostem e dancem livremente. A brincadeira pode até parecer simples, mas o resultado é surpreendente.

Avião. Deite no chão, apoie seus pés na barriga da criança e a levante como um avião. Faça sons e movimentos similares ao voo de uma aeronave.

Circuito com pista de obstáculos. Deixe as crianças criarem o seu próprio circuito em casa, usando sofás, almofadas, mesinhas e tudo que tiver disponível mas, claro, que não representarem perigo aos pequenos. Coloque uma música e passe pelo percurso de frente, de costas e pulando. Use a imaginação!

Origamis. Arte de origem japonesa que utiliza papel dobrado para representar formas e figuras. Seja um avião, um barco, um chapéu, ou outras figuras mais elaboradas. Além de diversão garantida, a atividade permite desenvolver a motricidade, as capacidades manuais e a concentração.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Massinha natural. Em uma vasilha grande misture um copo de farinha de trigo, meio copo de sal e meio copo de água. Em seguida, junte tudo até atingir o ponto de massinha. Você pode também adicionar corante natural, pó de giz, glitter ou tinta para colorir.

Caixa de papelão. Essa atividade vai trabalhar a autonomia e criatividade das crianças, já que o objeto simples pode virar uma casa, um fogão e até um carro.

Papel machê. Em uma bacia coloque papel picado, água e cola. Dose as quantidades para obter a consistência de uma massinha. Molde na forma desejada, que pode ser um objeto decorativo ou um utilitário, e deixe secar. Depois pinte para finalizar.

Carimbo na batata. Corte uma batata crua no meio, e com a ajuda de uma faca, forme o desenho desejado em uma das metades. Essa parte precisa ser realizada por um adulto. Em seguida, passe a tinta na batata e carimbe o papel.

Autorretrato. Além de estimular a criatividade das crianças, contribui para que elas se conheçam melhor. Uma construção da identidade própria que explora as diferenças e semelhanças entre cada um. O autorretrato revela características físicas e psicológicas da pessoa.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A demanda por informação de fontes confiáveis durante a pandemia do novo coronavírus mostra reflexo nos números de audiência de veículos profissionais, como é o caso do próprio LIBERAL. Além disso, demanda um esforço contínuo de quem atua nesse segmento no poder público, caso do secretário de Comunicação do Estado de São Paulo, Cléber Mata, que reside em Americana. Esse é o tema da edição deste domingo do Além da Capa, o podcast do LIBERAL.

{{1}}