21 de outubro de 2020 Atualizado 21:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Bem-Estar

Diverticulite: dicas para prevenir esse problema

Problema é causado pela falta de fibra no organismo, refletindo assim uma má alimentação

Por Agência Estado

21 set 2020 às 09:48 • Última atualização 21 set 2020 às 10:05

Silenciosa, a diverticulite não apresenta sintomas em boa parte dos casos - Foto: Heart photo created by diana.grytsku - www.freepik.com

Pequenas bolsas presentes em todo o aparelho digestivo, os divertículos no intestino podem inflamar, causando o que conhecemos como diverticulite. O problema é causado pela falta de fibra no organismo, refletindo assim uma má alimentação, principalmente com o consumo excessivo de carboidratos.

Por conta da ausência de alimentos ricos em fibra, o aparelho digestivo sofre alterações. Sem conseguir ir ao banheiro por alguns dias, o paciente acumula gases e começa a sentir dores. Silenciosa, a diverticulite não apresenta sintomas em boa parte dos casos. Por isso, é preciso ficar atento ao funcionamento do aparelho digestivo. Isso porque – em casos graves – a diverticulite pode causar ruptura na parede do intestino.

Além disso, o incômodo na região abdominal pode ser provocado por outro problema, como um câncer. Por isso, é indicado consultar um médico para a realização de exames periódicos.

Orientação

Dependendo do estágio da inflamação, o problema pode ser considerado simples e indolor. Nesse caso, a solução é promover mudanças na dieta, optando por uma alimentação mais saudável, com o acréscimo de fibra.

Uva passa, nozes ou cereais integrais são algumas das opções para o cardápio. Consultar um nutricionista ajudará nesse processo de mudança, construindo assim uma dieta equilibrada, com todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

Nos estágios mais avançados da doença, porém, o paciente sofre com as dores. Com isso, é necessário a utilização de medicamentos apropriados indicados por um médico especializado.

Publicidade