24 de maio de 2022 Atualizado 06:28

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

BEM ESTAR

Como a saúde mental afeta o seu corpo

Procura por aplicativos de saúde mental duplica; Guia da Alma e Gympass dão dicas de como desacelerar e cuidar da mente

Por Gabriela Cardoso do Nascimento – FSB

13 Maio 2022, às 15h19 • Última atualização 13 Maio 2022, às 15h20

É muito comum associarmos o tema “saúde” à exercícios, exames, dores físicas, mas, nos últimos anos, a saúde mental também deve ser levada em conta e este tema se tornou um pilar muito forte no contexto, principalmente no mundo corporativo. Para 86% dos trabalhadores ter benefícios como terapia online e treinamentos de habilidades emocionais podem ajudar a lidar com os impactos negativos da pandemia, é o que mostra uma pesquisa realizada pelo DataFolha.

O tema saúde mental não abrange somente doenças como depressão e ansiedade, mas sim o sono, a capacidade de concentração, o humor, e muito mais. Além da ajuda de profissionais capacitados, como psicólogos e psicoterapeutas, a tecnologia também se tornou uma aliada na conscientização. Um dos exemplos é o Gympass, plataforma completa de bem-estar corporativo, que viu a procura por aplicativos parceiros voltados para a saúde mental aumentar em 2.5 vezes de 2020 para 2021.

Além de acesso a profissionais, o aplicativo também oferece técnicas holísticas como meditação, Yoga, Thetahealing, entre outras. O Guia da Alma, aplicativo parceiro de saúde mental e técnicas holísticas, notou que a procura por essas técnicas complementares triplicou.

Pensando nisso, Gympass e o Guia da Alma, prepararam uma lista com quatro sinais de que sua mente precisa de um descanso e dicas de como desacelerar e melhorar sua saúde por inteiro.

Para evitar esse tipo de situação: respeite seus limites, inclua pausas durante o dia e pratique atividades relaxantes. Uma delas pode ser a inclusão da meditação Mindfulness.

Sensação de exaustão: quando sentimos fadiga constante, é um sinal de que corpo e mente precisam descansar. Uma rotina desgastante e intensa, sem momentos de autocuidado, pode gerar esgotamento físico e mental, e até Burnout (síndrome do esgotamento profissional).

Para evitar esse tipo de situação: respeite seus limites, inclua pausas durante o dia e pratique atividades relaxantes. Uma delas pode ser a inclusão da meditação Mindfulness.

Mau humor: a impaciência e irritabilidade tendem a aumentar quando estamos cansados e estressados. Respire fundo, o seu corpo pode estar dizendo que você precisa de mais tranquilidade e descanso.

Dificuldade de concentração: quando estamos cansados, a capacidade cognitiva diminui, podendo causar falta de foco e memória. Nesses momentos, muitas pessoas tendem a querer forçar a mente a produzir. Mas, na verdade, isso é improdutivo. Às vezes tudo que a mente precisa é de um descanso! Um respiro para recarregar as baterias e voltar com tudo! Nesse caso, a prática da meditação pode ser uma grande aliada.

Tensão: nos novos modelos de trabalho remoto, costumamos passar muitas horas concentrados e sentados – nem sempre ficamos ergonomicamente posicionados. Isso pode trazer sobrecarga em regiões do corpo como a lombar, ombros e pescoço.

Aliado a isso, o estresse e ansiedade da rotina, também podem causar dores e tensão no corpo. Para evitar esse tipo de situação: faça pausas, alongamentos e atividades físicas, como o Yoga.

Publicidade