30 de maio de 2020 Atualizado 15:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Alerta

Bebês de até dois anos não devem usar máscaras

Problema das máscaras para crianças pequenas é o risco de sufocamento, mas existe alternativa caso precise sair com o bebê na rua

Por Da redação

11 Maio 2020 às 10:40 • Última atualização 11 Maio 2020 às 15:14

Crianças com menos de dois anos não devem usar a máscara de proteção, recomendada para evitar exposição ao novo coronavírus (Covid-19). O alerta é de pediatras.

“Abaixo de 2 anos a máscara não deve ser usada por risco de asfixia ou sufocamento”, explica a pediatra Flavia Oliveira, da Sociedade Brasileira de Pediatria.

As autoridades de saúde destacam, no entanto, a importância do distanciamento de 2 metros entre as pessoas ou do uso de equipamentos de proteção, como as máscaras feitas com duas camadas de tecido grosso para evitar a transmissão do vírus.

Flavia Oliveira conta que as famílias que estão em contato somente com os residentes usuais não precisam usar o acessório dentro de casa, desde que todos não tenham tido exposição com alguma pessoa com a Covid-19.

Se for preciso sair com bebês de até 2 anos, a dica é usar alternativas para reduzir a exposição: “Coloque a criança num carrinho e cubra com algum tecido ou cobertor, mantenha a distância de 2 m de outras pessoas ou use o canguru. É importante lembrar que tanto o canguru quanto o carrinho precisam ser higienizados quando chegar em casa”, diz Flavia.

“Vale lembrar que o uso de máscara é um recurso para quando o distanciamento social não é viável e o acessório deve cobrir o nariz e a boca. O uso deve estar associado à não manipulação do rosto e não deve ser tocada”.

As máscaras de tecido devem ser lavadas com água e sabão após duas horas ou mais de uso ou caso note que está úmida. Também é recomendado que elas sejam passadas a ferro depois de secas. As descartáveis devem ser trocadas a cada duas horas ou em caso de umidade.