04 de junho de 2020 Atualizado 12:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Fique em casa

Atividades são essenciais aos idosos

Durante a quarentena por conta da pandemia de coronavírus, os idosos precisam movimentar o corpo para evitar que surjam novos problemas

Por Danilo Reenlsober

04 abr 2020 às 09:22

Ficar dentro de casa durante o período de quarentena não pode ser sinônimo de preguiça. É essencial que as pessoas pratiquem atividades físicas para manter não apenas o corpo saudável, como a mente sã. Os idosos, em especial, não podem deixar de se exercitar, já que ficar muito tempo parado pode facilitar o surgimento de dores e atrapalhar o funcionamento do corpo.

“É recomendado que os idosos façam as atividades para auxiliar na diminuição das dores físicas, manter um peso saudável e a função normal do corpo”, explicou o preparador físico Guilherme Vieira. “Afinal, é comum que, com o passar dos anos, o corpo se torne mais fraco. Movimentando o corpo através dos treinos, pode-se ajudar a restaurar e a preservar sua força”.

Foto: Pessoas foto criado por freepik - br.freepik.com
Fazer exercícios em casa ajuda na diminuição das dores físicas, mantém um peso saudável e a função normal do corpo

De acordo com os órgãos oficiais de saúde, como o Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial da Saúde), os idosos fazem parte do principal grupo de risco do novo coronavírus (Covid-19), e por isso, devem permanecer em isolamento social e evitar ir às ruas, que a doença pode ser fatal.

“A quarentena para evitar a propagação do vírus pode resultar em desânimo, ansiedade, ganho de peso e nervosismo, justamente pela mudança da rotina”, ressaltou o especialista. “Esse é mais um motivo para a prática da atividade física, comprovada cientificamente no auxílio a doenças como depressão”.

O que fazer. Vieira listou alguns tipos de alongamento e de exercícios que os idosos podem fazer dentro de casa.

“Comece afastando as duas pernas, levante as mãos para o alto e coloque-as para a direita por 20 segundos, depois o mesmo para o lado esquerdo. O exercício alongará a parte lateral do abdômen e quadril”, disse o instrutor. Para fazer exercícios em casa, utiliza objetos comuns, como uma cadeira.

“Mantenha a coluna ereta, dobrando apenas os joelhos para sentar-se e levantar-se”, ensinou. “Apoie as duas mãos na parede, dê um passo para trás, esticando as pernas, e faça a flexão e extensão do tornozelo, movimentando o calcanhar para cima, ficando na ponta dos pés, e voltando ao normal”.

Outros cuidados. Além dos exercícios físicos, é importante manter uma rotina de cuidados com o corpo que incluem hidratação da pele. Inchaço, rachaduras e micoses nos pés são muito comuns na terceira idade, por isso, sempre após o banho, a indicação é secar bem os pés com toalha ou pano seco e finalizar com uma toalha de papel que ajuda a remover toda a umidade entre os dedos para evitar frieiras e micose.

“Mantenha a hidratação das pernas e pés com cremes hidratantes específicos, mas evite aplicá-los entre os dedos. Use os produtos toda noite”, comentou a podóloga Malu Pinheiro.

“Nos dias de clima mais ameno, use meias de algodão após a aplicação do creme. Além disso, não tome banhos muito quentes para que a proteção natural da pele seja mantida e coloque os pés para cima sempre que possível para estimular o retorno sanguíneo e a melhora da circulação”.