02 de dezembro de 2021 Atualizado 09:04

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Vôlei Barueri anuncia dois patrocinadores após campanha e desabafo de Zé Roberto

Por Agência Estado

23 nov 2021 às 21:03 • Última atualização 23 nov 2021 às 21:09

Finalista da última edição do Campeonato Paulista Feminino, o Vôlei Barueri anunciou dois novos patrocinadores nesta terça-feira. A parceria acontece após campanha nas redes sociais e desabafos do técnico José Roberto Guimarães sobre a falta de apoiadores para as atividades do time.

As empresas Veloe, de mobilidade, e a Pede Pronto, plataforma de pedidos, irão apoiar o projeto que fornece moradia, treinos, alimentação, acompanhamentos com nutricionistas e psicólogos, entre tantos outros, para as atletas de Barueri. A equipe completou cinco anos no dia 12 de outubro, justamente quando classificou para a final do Paulista – mesmo sem incentivo – ao superar o Sesi-Bauru. O técnico, único tricampeão olímpico no Brasil, e sua família são os responsáveis pela criação do time.

Na época, ele desabafou em entrevista sobre a enorme diferença que enfrenta quando compara o poder financeiro de sua equipe com a demais, afetando diretamente o rendimento do time. “Fico preocupado porque o projeto já perdeu cinco jogadoras em 2020, outras cinco nesta temporada e não queríamos mais perder, mas queremos dar continuidade a esse projeto. É um motivo de muito orgulho porque minha família, esposa e filhas se dedicam muito”, disse o treinador em entrevista ao canal SporTV.

“Muita gente tem nos ajudado e apoiado. Precisamos de ajuda e apoio para esse projeto tão bonito não morrer.” O furor tomou conta das redes sociais e usuários criaram uma hashtag #PatrocineOBarueriVolei para incentivar empresas a se unirem à causa.

As novas patrocinadoras têm contrato válido até o encerramento da temporada 2021/2022 da Superliga Feminina. No entanto, há perspectiva de continuidade. “Estamos muito orgulhosos de representar essas duas marcas que acreditaram na gente e no projeto. Essa parceria visa que essas meninas sejam não só jogadoras de vôlei, mas é uma iniciativa que acredita na inclusão social e na transformação de vida. A felicidade é plena e a gente espera corresponder em todos os sentidos as expectativas que estão colocando no projeto”, disse Zé Roberto em comunicado oficial.

Mesmo com imensas dificuldades financeiras, o Vôlei Barueri conseguiu ser vice-campeão paulista, perdendo no segundo jogo da final para o Osasco por sets 3 a 0. A iniciativa teve início em 2016 com recursos próprios do técnico e já contou com grande patrocinador antes. Três anos depois de criado, fez parceria com o São Paulo, na época sob o comando do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. O clube do Morumbi deu fim ao vínculo em abril deste ano.

Publicidade