Pagenaud vence etapa de Toronto e Rossi esquenta briga pelo título da Indy


O francês Simon Pagenaud venceu sua terceira corrida na temporada 2019 da Formula Indy ao triunfar na etapa de Toronto, realizada em um circuito de rua, neste domingo, com Alexander Rossi e Josef Newgarden fazendo boa prova e botando fogo no campeonato.

A vitória foi a primeira de Pagenaud neste ano longe do circuito de Indianapolis. O francês da Penske ganhou as 500 Milhas e também a prova disputada em um traçado misto, ambas em maio.

Pagenaud teve que poupar combustível nas últimas voltas para segurar o atual campeão da categoria, Scott Dixon. Com a ajuda do tráfego e a estratégia de manter o rival sempre com um retardatário entre os dois carros, o francês chegou ao lugar mais alto do pódio no fim.

“Eu estava confiante durante todo o fim de semana, nunca duvidei de nossa performance. Estávamos focados apenas em nós mesmos, sempre sem olhar para quem estava atrás. Há dias ruins, mas quando ocorrem dias maravilhosos como este, faz tudo valer a pena”, comentou o vencedor da prova canadense.

Já Dixon, o segundo colocado, novamente indicou que vai precisar de uma cirurgia no cotovelo lesionado, o que, de acordo com o atual campeão da categoria, que vencera em Toronto em 2018, incomodou bastante durante a prova deste domingo.

Em terceiro na corrida, o norte-americano Alexander Rossi, da Andretti, está agora apenas quatro pontos atrás – 430 a 434 – do líder do campeonato, o compatriota Josef Newgarden, da Penske. Os dois começaram a corrida separados por apenas sete pontos e Rossi reduziu o déficit ao concluir a prova logo à frente do rival.

“Não achávamos que teríamos um carro para ganhar em qualquer momento neste fim de semana”, lamentou Rossi. “O fato de termos conseguido colocá-lo entre os cinco primeiros já foi algo muito bom, e ainda mais conseguindo um pódio. Obviamente, terminar na frente de Josef (Newgarden) foi muito positivo”, afirmou Rossi.

Para os brasileiros, o fim de semana em Toronto não foi dos mais positivos. Tony Kanaan foi apenas o 17º, enquanto Matheus Leist ficou em 19º, após ser prejudicado por um toque logo na primeira volta da prova.

O sueco Felix Rosenqvist, foi o quinto colocado, à frente do canadense James Hinchcliffe, do norte-americano Colton Herta, do francês Sébastien Bourdais e dos norte-americanos Graham Rahal e Marco Andretti, que fecharam a relação dos dez primeiros colocados em Toronto.

A próxima prova da temporada 2019 da Indy, a etapa de Iowa, vai ser disputada no sábado, em um circuito oval. Será a 12ª das 17 corridas deste campeonato.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora