Etapa de Americana foi a mais difícil do ano, apontam pilotos

Ocorrência de chuvas durante a madrugada que antecedeu a prova mudou as características da trilha e dificultou a condução dos pilotos


A sexta e penúltima etapa da Mitsubishi Cup, realizada em Americana no último sábado (19), foi a mais difícil do ano, segundo os pilotos. A chuva registrada durante a madrugada que antecedeu a prova mudaram as características da trilha na Fazenda Salto Grande, que recebeu a competição. Essa foi a primeira vez que o torneio foi realizado na cidade.

Foto: Divulgação
Pilotos foram desafiados em etapa da Mitsubishi Cup ocorrida na Fazenda Salto Grande, em Americana 

Ao todo, foram disputadas três provas com cerca de 30 quilômetros cada, com a presença de 40 duplas no campeonato nacional de rali cross-country. As variações dos graus nas curvas e as subidas e descidas do terreno exigiram precisão de pilotos e navegadores.

“Além da pista e da cidade serem novas, o treino de sexta foi com muita poeira. Com a chuva ficou muito escorregadio; mas na segunda volta, começou a ficar mais batido, melhor pra andar e, na terceira, o piso ficou todo acidentado, pois misturou água e a tração dos carros. Foram quatro situações bem diferentes, parecia até que foram quatro provas em países diferentes”, conta o piloto Ricardinho Feltre que, ao lado de Ivo Mayer, venceu na categoria ASX RS Master.

Eles podem garantir mais um título da competição na última etapa, marcada para Mogi Guaçu, em 23 de novembro, no Autódromo Velo Città. “No primeiro ano que disputei a Mitsubishi Cup já fui campeão. A cada ano é de batalhas, de luta, tem que comemorar cada vez mais, isso aqui a gente não esquece”, afirma Ivo.

Confira os vencedores de etapa de Americana nas outras categorias:

ASX RS: Eder Benito e Fernando Abe
L200 Triton Sport R: Vitor Muench e Jorge Peters.
L200 Triton ER Master: Juliano Diener e Gunnar Dums
L200 Triton ER: Albano Junior e Breno Resende
Na L200 Triton Sport RS: Wagner Roncon e Joselito Junior

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora