Dominante, Marc Márquez vence etapa de Aragão e se aproxima do título


Dominante e incansável, o espanhol Marc Márquez conquistou mais uma vitória na temporada. O piloto da Honda liderou a corrida de ponta a ponta para vencer a etapa de Aragão da MotoGP neste domingo e se aproximar de mais um título.

Márquez deixou a corrida “sem graça” ao não dar qualquer chance aos seu rivais. O espanhol, que havia feito a pole no sábado, confirmou o favoritismo e, correndo em um ritmo muito forte, disparou em relação aos outros competidores desde os primeiros metros e não teve problemas em se manter na ponta até o final.

O espanhol pentacampeão da MotoGP venceu oito das 14 corridas desta temporada e está a uma vitória de conquistar seu sexto título na categoria, que seria o quarto consecutivo.

Na classificação geral, Márquez soma 300 pontos e está muito na frente do segundo colocado, o italiano Andrea Dovizioso, que soma 202. Basta uma vitória na próxima etapa, na Tailândia, para o espanhol confirmar o título sem depender de outros resultados.

Principal perseguidor de Márquez no campeonato, Dovizioso também tentou correr atrás do piloto espanhol em Aragão, mas não teve êxito. Depois de uma corrida de recuperação notável, o italiano da Ducati chegou em segundo, a 4s836 do vencedor da prova.

A disputa mais interessante e acirrada na traçado espanhol ficou entre Jack Miller e Maverick Viñales, este que se manteve na frente até a penúltima volta. No entanto, no último giro, o australiano da Pramac ultrapassou o piloto da Yamaha e garantiu o terceiro lugar.

Surpresa da sessão classificatória, o francês Fabio Quartararo, da Yamaha SRT, que havia largado em segundo, não conseguiu sustentar a posição e terminou em quinto. O inglês Cal Crutchlow, da LCR Honda, passou o espanhol Aleix Espargaró, da Aprilia, já na metade final da corrida e assegurou o sexto lugar. Espargaró acabou ficou em sétimo.

Completaram o grupo dos dez primeiros colocados, da oitava à décima posição, o veterano italiano Valentino Rossi, da Yamaha, o espanhol Álex Rins, da Suzuki, e o japonês Takaaki Nakagami, da LCR Honda.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora