Após título da Império GT3 Cup, americanense cogita Europa e EUA

Pedrinho foi campeão no fim de semana passado, no overall, que consiste na soma da pontuação das modalidades sprint e endurance


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
Piloto de Americana se prepara para disputar o Hankook 500, em pista norte-americana

Após o título da Porsche Império GT3 Cup, o americanense Pedrinho Aguiar já começa a pensar na próxima temporada. O piloto de 23 anos afirmou que cogita correr fora do País em 2019, possivelmente na Europa ou nos Estados Unidos.

Pedrinho foi campeão da Porsche no fim de semana passado, no overall, que consiste na soma da pontuação das modalidades sprint e endurance. Ele integrou a classe 3.8, a categoria de entrada da competição.

“Ainda não estou no limite. Dá para crescer mais. Então, a minha intenção não é continuar no Carrera 3.8. Estou com possibilidade de Europa, Estados Unidos e Brasil. Entre essas três opções, estou decidindo ainda, vendo qual se torna mais adequada para o meu estilo de condução e crescimento profissional”, disse.

No entanto, o americanense preferiu não revelar ainda, exatamente, quais são essas possibilidades. Pedrinho apontou que também estuda subir para a principal divisão da Porsche, a Carrera Cup 4.0. “Tem muita gente lá num nível muito bom, que dá para eu competir com eles”, destacou.

Seu sonho de consumo, porém, é pilotar o LMP (sigla em inglês para Protótipo de Le Mans) 1, protótipo que compõe o grid do Campeonato Mundial de Endurance da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

“São carros muito velozes e que exigem muita concentração dos pilotos. Acredito que tenho uma concentração muito boa, um foco muito bom. Então, com isso, tiro mais vantagem”, declarou.

Ele comentou que costuma ter melhor desempenho em provas de endurance. Na Porsche, Pedrinho conquistou o vice-campeonato nessa modalidade, que conta com percursos de 300 a 500km. Na sprint, o americanense não conseguiu o mesmo sucesso; ficou em 11º lugar. “Gosto de endurance. A minha constância é boa”.

FIM DE ANO. No próximo fim de semana, o piloto ainda disputará o Hankook 500, nos Estados Unidos. O evento acontecerá na cidade de Homestead, na Flórida. Haverá uma prova de sprint no sábado e uma de endurance no domingo.

Realizada pela Fara (Formula e Automobile Racing Association) USA, a competição será o último compromisso de Pedrinho em 2018. Ele contou que já tem se preparado na pista estadunidense, por meio de simulador. “Já estou treinando na pista. Porque, querendo ou não, você não vai conseguir ter uma performance boa chegando a um lugar que você nunca andou”, ressaltou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!