23 de julho de 2024 Atualizado 11:48

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Vasco é superado pelo Juventude, se mantém entre os piores e vê crise aumentar no Brasileirão

Por Agência Estado

19 de junho de 2024, às 23h40

Sem criatividade, o Vasco voltou a ser derrotado no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, sofreu 2 a 0 do Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela décima rodada. Os gols foram marcados por Lucas Barbosa e Jean Carlos, ambos no segundo tempo.

O Vasco agora está há quatro jogos sem vencer, sendo três derrotas, todas sob comando do técnico português Álvaro Pacheco, segue com sete pontos na classificação e não consegue alívio na luta contra o rebaixamento. O Juventude, por outro lado, se mantém invicto como mandante. Agora são três vitórias e dois empates em casa. Com isso, alcançou 13 pontos na zona intermediária da tabela.

A partida ainda marcou dois reencontros. O primeiro deles entre os clubes, já que a última vez que Juventude e Vasco se enfrentaram na elite nacional foi há 17 anos, em 2007. O segundo foi entre o meia Nenê e o Vasco. O jogador de 42 anos deixou o clube carioca em 2023, quando acertou com o Juventude. A expectativa era de que retornasse ao time como dirigente no fim de 2023. Entretanto, conseguiu o acesso com a equipe gaúcha e renovou por mais um ano.

O primeiro tempo foi de pouquíssimas oportunidades. Em jogo truncado, foi o Juventude quem mais procurou o ataque. No começo, Nenê cobrou falta e Danilo Boza cabeceou com perigo. Depois, o meia arriscou de longe, mas Léo Jardim defendeu.

Na parte final, o Vasco quase abriu o placar, mas precisou de “ajuda” adversária. Jadson tentou afastar e quase encobriu o próprio goleiro. Depois, Adson chutou cruzado e Clayton não conseguiu completar na pequena área. O Juventude teve a melhor chance quando Gilberto subiu livre na pequena área, mas cabeceou por cima.

Logo no começo do segundo tempo, aos seis minutos, o Juventude conseguiu abrir o placar. Lucas Barbosa ficou com sobra perto da meia-lua e chutou muito forte no cantinho. Léo Jardim saltou, mas não conseguiu alcançar.

Mesmo com o gol, o cenário da partida não mudou. O Vasco fez várias substituições, mas não conseguiu criar muito. Bem postado defensivamente, o Juventude passou a tentar rápidos contra-ataques. Em um deles, Jean Carlos cruzou da esquerda e quase encontrou Lucas Barbosa, mas Victor Luis cortou na hora certa.

Aos 42, o Vasco até balançou a rede em jogada de escanteio. Léo completou na pequena área, mas estava impedido. Ainda deu tempo para Victor Luis fazer falta em Taliari como último homem e ser expulso. Não adiantou muito, pois Jean Carlos cobrou bem, a bola bateu no travessão, no goleiro e entrou: 2 a 0.

Os dois times voltam a campo no fim de semana para a 11ª rodada. No sábado, às 21h30, o Vasco duela com o São Paulo em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). No domingo, às 18h30, é a vez do Juventude visitar o Palmeiras no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 2 x 0 VASCO

JUVENTUDE – Gabriel; João Lucas, Danilo Boza, Zé Marcos e Gabriel Inocêncio; Caíque, Jadson (Luis Mandaca) e Nenê (Jean Carlos); Lucas Barbosa (Popó), Gilberto (Gabriel Taliari) e Marcelinho (Erick). Técnico: Roger Machado.

VASCO – Léo Jardim; Paulo Henrique, Maicon, Léo e Lucas Piton; Zé Gabriel (David), Galdames (Sforza) e JP (Mateus Carvalho); Rossi (Rayan), Clayton e Adson (Serginho). Técnico: Álvaro Pacheco.

GOLS – Lucas Barbosa, aos seis, e Jean Carlos, aos 52 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Luis Mandaca e Lucas Barbosa (Juventude); Zé Gabriel, Galdames e Serginho (Vasco).

CARTÃO VERMELHO – Victor Luis (Vasco).

ÁRBITRO – Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG).

PÚBLICO – 4.838 torcedores.

RENDA – R$ 46.589,00.

LOCAL – Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Publicidade