Osaka leva ‘pneu’, mas vence na estreia em Roland Garros e encara Azarenka


Atual líder do ranking, a japonesa Naomi Osaka sofreu nesta terça-feira e chegou até a levar um “pneu” no primeiro set contra a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova. Mas, mesmo irregular, buscou a virada sobre a 90ª do mundo e venceu por 2 sets a 1, com parciais de 0/6, 7/6 (7/4) e 6/1, em 1h54min.

Com o resultado, Osaka aumentou sua série invicta em Grand Slams para 15 vitórias. Ela vem dos títulos conquistados no US Open, no ano passado, e no Aberto da Austrália, em janeiro. No total, a tenista número 1 do mundo soma 20 triunfos em 25 jogos na temporada até agora.

A boa fase, contudo, será testada em Roland Garros. Com pouca intimidade com o saibro, a japonesa já admitiu que busca evolução no piso em Paris. Tanto que seus melhores resultados no Grand Slam francês são a terceira rodada, em duas edições.

Desta vez, uma campanha melhor se faz necessário para manter a ponta do ranking. Um tropeço precoce pode significar queda na lista da WTA. Ainda estão na briga a checa Karolina Pliskova, vice-líder do ranking, e a holandesa Kiki Bertens, atual número quatro do mundo.

O tropeço passou perto nesta terça. Logo em sua estreia, Osaka teve dificuldades para se adaptar ao saibro. Abusou dos erros, principalmente no set inicial. Foram 38 erros não forçados em toda a partida, mais que o dobro dos 14 da rival. Somente na segunda parcial, quando a japonesa manteve a instabilidade, foram 21 erros.

Aos trancos e barrancos, a favorita iniciou sua reação no segundo set, quando faturou seu primeiro game da partida. Num duelo mais equilibrado, cada tenista faturou três quebras de saque nesta parcial, decidida no tie-break. Após passar sufoco, Osaka deslanchou no terceiro set. Obteve mais três quebras de saque e não teve o seu serviço sob ameaça em nenhum momento da parcial.

Na segunda rodada, a tenista do Japão terá mais dificuldade pela frente. Sua adversária será a experiente bielo-russa Victoria Azarenka. A ex-número 1 do mundo estreou com vitória nesta terça ao derrubar a letã Jelena Ostapenko por 6/4 e 7/6 (7/4). Ostapenko foi campeã em Roland Garros em 2017.

Azarenka teve menos trabalho do que o placar sugere. E isso porque a tenista da Letônia esteve em um dia decepcionante. Ela cometeu nada menos que 60 erros não forçados ao longo dos dois sets. Foram ainda 17 duplas faltas, 11 deles somente no primeiro set, o que facilitou a vida da bielo-russa.

Osaka e Azarenka vão se enfrentar no circuito pela terceira vez. Cada tenista venceu um jogo anterior, sendo que a japonesa levou a melhor justamente no saibro, em Roma, no ano passado.

OUTROS RESULTADOS – Em dia de poucas surpresas, somente uma cabeça de chave foi eliminada até agora nesta terça. A estoniana Anett Kontaveit, 17ª pré-classificada, caiu diante da checa Karolina Muchova por 3/6, 6/2 e 6/2. Muchova vai encarar a belga Irina-Camelia Begu, que arrasou a chinesa Lin Zhu por duplo 6/1.

Já a russa Daria Kasatkina (21ª), a canadense Bianca Andreescu (22ª) e a local Caroline Garcia (24ª) venceram seus jogos e avançaram à segunda rodada. Kasatkina superou a italiana Jasmine Paolini por 6/2 e 6/3. Vai duelar agora com a porto-riquenha Monica Puig, campeã olímpica no Rio-2016, que bateu a belga Kirsten Flipkens por 6/1 e 7/5.

Bianca Andreescu, uma das surpresas da temporada, ganhou da checa Marie Bouzkova por 5/7, 6/4 e 6/4. Sua próxima adversária será a norte-americana Sofia Kenin. E Caroline Garcia derrotou a alemã Mona Barthel por 6/2 e 6/4. Na sequência, a local terá pela frente a russa Anna Blinkova, algoz da compatriota Margarita Gasparyan por 6/3, 4/6 e 8/6.

Também venceram nesta terça a japonesa Kurumi Nara, a polonesa Magda Linette e a norte-americana Amanda Anisimova.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora