Monteiro e Bia vencem e avançam no quali de Wimbledon; Rogerinho perde


Os tenistas brasileiros Thiago Monteiro e Beatriz Haddad Maia venceram mais uma nesta quarta-feira e avançaram à última rodada do qualifying de Wimbledon. Já Rogério Dutra Silva se despediu na segunda rodada. Os demais brasileiros em Londres vão competir nas duplas.

Primeiro a entrar em quadra nesta quarta, Monteiro derrotou o norte-americano Christopher Eubanks, atual 197º do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/3. “Foi um jogo muito bom. Saquei muito bom e encaixei boas devoluções nos momentos importantes. O tie-break foi um momento bem duro. Ele é um cara que realmente não troca muito bola e saca muito bem. Estou muito feliz com o meu jogo e confiante para a próxima rodada”, comentou o número 1 do Brasil.

Com o resultado, ele agora só precisa de mais uma vitória para furar o qualifying e entrar na chave principal do terceiro Grand Slam do ano. Será a primeira vez que Monteiro disputará a terceira rodada do quali. Antes, fora eliminado logo na estreia por três vezes. Ele só disputou a chave principal em 2017, quando parou na segunda rodada.

Na busca para voltar à chave, o atual 115º do mundo enfrentará o japonês Yosuke Watanuki (246º). “É a primeira vez que ganho jogos no qualifying aqui, apesar de já ter jogado a chave uma vez, então estou bem feliz. Para o jogo com o Watanuki, que vem jogando muito bem, vou precisar estar forte mentalmente, já que aqui a última rodada do qualifying é melhor de 5 sets.”

Bia Haddad, que é cabeça de chave número 17 do quali feminino, precisou buscar a virada para superar a alemã Anna Zaja, 201ª do mundo, por 3/6, 6/4 e 6/2, em 2h13min de confronto. A número 1 do Brasil e 121 do mundo enfrentará na sequência a vencedora do duelo entre a francesa Amandine Hesse e a sérvia Olga Danilovic.

Já Rogerinho foi eliminado nesta quarta pelo francês Gregoire Barrere, 117º do ranking. Cabeça de chave número 12, o tenista da França venceu em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/0). Atual 223º, Rogerinho já disputou a chave principal de Wimbledon por três vezes.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora