Fognini surpreende, bate Nadal por 2 a 0 e está na final do Masters de Montecarlo


O italiano Fabio Fognini derrotou o espanhol Rafael Nadal, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1h37 de jogo, e garantiu vaga na final do Masters 1000 de Montecarlo. Seu adversário na decisão será o sérvio Dusan Lajovic, que bateu o russo Daniil Medvedev.

Nadal, de 32 anos, número 2 do ranking mundial, tentava o 12º título em Mônaco e não perdia uma partida desde a semifinal de 2015, quando foi superado pelo sérvio Novak Djokovic, em um duplo 6/3.

Décimo oitavo no ranking mundial, Fognini, de 31 anos, somou a quarta vitória sobre Nadal, a terceira no saibro. Ele se enfrentaram 15 vezes.

Com fortes ventos, o primeiro set foi bastante disputado. Fognini precisou de 12 minutos para quebrar o saque de Nadal no primeiro game. O espanhol se recuperou e aproveitou os vários erros não forçados do adversário para devolver a quebra e ainda abrir vantagem em 3 a 1.

Parecia que Fognini seria um adversário fácil para Nadal, principalmente depois de receber uma advertência do juiz de cadeira por reclamar demais, após uma toalha cair fora da quadra por causa do vento.

Pelo contrário, o italiano se concentrou e, com um backhand impecável, passou a dominar as jogadas. E ainda teve sorte quando a bola bateu na rede e caiu na quadra do espanhol garantindo 40 a 30 no décimo game, o que o ajudou a garantir o fechamento do primeiro set em 6 a 4.

Nadal não perdia um set desde a primeira rodada do torneio em 2017. Foram 25 sets vencidos de forma consecutiva em Montecarlo.

O segundo set começou do mesmo jeito. Fognini quebrou o saque de Nadal e abriu vantagem no game seguinte, ao confirmar seu saque. Nadal demonstrou irritação e voltou a ter o saque quebrado: 3 a 0.

Daí por diante, Fognini passou a colecionar grandes jogadas e não permitiu a reação do “rei do saibro”. Depois de confirmar o seu saque e fazer 4 a 0, o italiano quebrou mais uma vez o serviço de Nadal e marcou 5 a 0 no set.

No sexto game, o que se viu no começo foi um Nadal abatido, cometendo erros, e Fognini chegou a ter 40 a 0. O público passou a apoiar Nadal e o espanhol reagiu e quebrou o saque do rival: 5 a 1.

Em um último suspiro, Nadal confirmou seu saque, mas Fognini permaneceu equilibrado e fechou o jogo no game seguinte: 6 a 2, em 1h37 de jogo.

Na outra semifinal, o sérvio Dusan Lajovic, de 28 anos, número 48 do ranking mundial, se classificou pela primeira vez para uma final de Masters 1000, ao eliminar o russo Daniil Medvedev (14º do mundo), por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1.

O Masters 1000 de Montecarlo, disputado em quadra de saibro, distribui 5,2 milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões) em prêmios.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora