Federer avança às oitavas na estreia em Xangai e Murray é eliminado


Os ex-líderes do ranking da ATP que entraram em quadra nesta terça-feira pela chave de simples do Masters 1000 de Xangai tiveram destinos diferentes. Enquanto o suíço Roger Federer abriu a sua participação no evento chinês em quadras duras com vitória e classificação às oitavas de final, o sérvio britânico Andy Murray foi eliminado em seu segundo compromisso na competição.

Número 3 do mundo, Federer se vingou da derrota para o espanhol Albert Ramos-Viñolas, o 46º colocado no ranking, em 2015 no evento chinês ao superá-lo por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (7/5), em 1 hora e 24 minutos, fazendo 2 a 1 no confronto direto com o oponente.

Campeão em 2014 e 2017 no evento chinês, Federer não disputava uma partida oficial desde a sua eliminação nas quartas de final do US Open – depois disso, participou apenas da Laver Cup. O suíço dominou o primeiro set diante do espanhol, tendo aberto 4/1. Mas precisou de uma virada no tie-break da segunda parcial, em que estava perdendo por 4/1. E o seu próximo adversário vai ser o belga David Goffin, que nesta terça fez 6/2 e 6/3 no francês Richard Gasquet, ou o casaque Mikhail Kukushkin.

Já Murray, hoje apenas o número 289 do mundo, ficou em quadra por 3 horas e 9 minutos, mas sucumbiu em dois tie-breaks ao italiano Fabio Fognini, o 12º colocado no ranking, que o derrotou por 7/6 (7/4), 2/6 e 7/6 (7/2).

Outros quatro tenistas se classificaram às oitavas de final do Masters 1000 de Xangai nesta terça-feira. O russo Daniil Medvedev, número 4 do mundo, fez 6/3 e 6/1 no britânico Cameron Norrie e agora vai encarar o canadense Vasek Pospisil (248º), que bateu o português João Sousa por 6/3 e 7/5. Além deles, o georgiano Nikoloz Basilashvili e o polonês Hubert Hurkacz também triunfaram.

Ainda pela primeira rodada, os norte-americanos Reilly Opelka e John Isner, o russo Andrey Rublev, o francês Lucas Pouille, o italiano Matteo Berrettini, o australiano John Millman e o canadense Felix Auger-Aliassime triunfaram nesta terça-feira em Xangai.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora