Federer arrasa mais um e avança na Basileia; dupla de Soares desiste em Viena


Na luta para conquistar o seu décimo título do Torneio da Basileia, ATP 500 suíço realizado em sua terra natal, Roger Federer conquistou a sua segunda vitória arrasadora nesta semana para garantir vaga nas quartas de final da competição realizada em quadra dura. Após bater o alemão Peter Gojowczyk por 6/2 e 6/1 na última segunda-feira, o tenista que ocupa a terceira posição do ranking mundial derrotou o macedônio Radu Albot por 6/0 e 6/3, em apenas 62 minutos, nesta quarta.

Cabeça de chave número 1 deste evento indoor disputado em quadra dura, Federer também ampliou a sua longa invencibilidade para 22 jogos na competição. Ele foi campeão em suas últimas quatro participações na Basileia, onde não atuou em 2016 por estar lesionado e perdeu pela última vez na decisão de 2013, quando caiu diante do argentino Juan Martín del Potro.

Atuando no “quintal de casa”, o suíço faturou o título em 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2014, 2015, 2017 e 2018. Caso volte a triunfar, ele passará a contabilizar 103 troféus de simples e erguerá a sua quarta taça em 2019, ano em que já foi campeão do Masters 1000 de Miami e de torneios em Dubai e Halle.

O próximo rival de Federer na Basileia será o vencedor do confronto entre o seu compatriota Stan Wawrinka e o norte-americano Frances Tiafoe. Em outro duelo do dia, o outro badalado tenista da casa confirmou a condição de sétimo cabeça de chave ao superar na estreia o uruguaio Pablo Cuevas por 6/3 e 6/4. Já o jogador dos Estados abriu sua campanha derrotando o britânico Daniel Evans por 6/4 e 6/2.

No duelo que fez nesta quarta-feira com Albot, atual 49º colocado da ATP, Federer atropelou ao confirmar todos os seus saques e aproveitar três de quatro chances de quebrar o serviço do macedônio para aplicar um “pneu” (6/0) no primeiro set. Na segunda parcial, o recordista de títulos de Grand Slam converteu dois de seis break points e voltou a fazer uso com eficiência do seu saque para fechar o jogo em 6/3.

Também nesta quarta, o belga David Goffin, sexto cabeça de chave, estreou com vitória ao bater o croata Marin Cilic por duplo 6/4 e avançou para encarar nas oitavas de final o norte-americano Reilly Opelka. O lituano Ricardas Berankis e o sérvio Filip Krajinovic foram outros dois tenistas que abriram campanha com vitória neste dia de duelos na Suíça.

VIENA – Por causa de uma lesão nas costas de Mate Pavic, a parceria que o brasileiro Bruno Soares forma com o tenista croata se viu obrigada a abandonar a chave de duplas do Torneio de Viena nesta quarta-feira. Cabeças de chave número 2 desta disputa do ATP 500 realizado em quadras duras na Áustria, eles estreariam contra o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers.

“O Mate teve uma dor nas costas na semifinal de Estocolmo e a gente estava quente, ele terminou o jogo. Na final ele não estava muito bem, estava com uma limitação muito grande nas costas. Ele veio para cá, tratou, mas não deu tempo de ficar 100%. Ele está com uma inflamação. Vamos tentar nos recuperar nesses dias e voltar em Paris”, afirmou Soares, lamentando a desistência e já projetando o Masters 1000 que começará na próxima segunda-feira na capital francesa.

Soares e Pavic foram para Viena embalados pela conquista do Masters de Xangai, na China, e pelo vice-campeonato do Torneio de Estocolmo, na Suécia, mas o problema físico do croata impediu a continuidade da boa fase em solo austríaco.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora