Em homenagem, Guga vai dar nome a um dos grupos do ATP Finals

Homenagem é uma iniciativa da ATP de dar destaque aos campeões do torneio que já não estão mais no circuito


Gustavo Kuerten será homenageado pela ATP na disputa do último torneio da temporada, em Londres, entre os dias 11 e 18. O tenista catarinense vai dar nome a um dos dois grupos da competição de simples do ATP Finals, que é a competição que reúne os oito melhores tenistas e as oito melhores duplas da temporada.

Foto: Fotojump/ Rio Open
Guga foi o grande campeão em 2000, numa campanha em que venceu astros como os norte-americanos Pete Sampras e Andre Agassi

A homenagem é uma iniciativa da ATP de dar destaque aos campeões do torneio que já não estão mais no circuito. Desta vez, a entidade decidiu lembrar daqueles que conquistaram o título nos anos 2000. Guga foi o grande campeão em 2000, numa campanha em que venceu astros como os norte-americanos Pete Sampras e Andre Agassi. De quebra, virou o número 1 do mundo, na ocasião.

Outro a ser homenageado será o australiano Lleyton Hewitt, campeão em 2001 e 2002. Assim como Guga, ele também chegou ao topo do ranking. Desta forma, os oito classificados de simples do ATP Finals serão divididos em duas chaves, batizadas de Grupo Guga Kuerten e Grupo Lleyton Hewitt.

A chave com o nome de Guga vai contar com o primeiro cabeça de chave, que será o sérvio Novak Djokovic. E o grupo de Hewitt terá o cabeça dois, o espanhol Rafael Nadal, que ainda é dúvida para a competição após desistir de jogar o Masters 1000 de Paris, nesta semana, por conta de dores abdominais.

A “escalação” da competição está praticamente definida. Além de Djokovic e Nadal, estão classificados Roger Federer, Alexander Zverev, Kevin Anderson, Marin Cilic e Dominic Thiem. Juan Martín del Potro tem pontuação suficiente no ano para assegurar sua vaga também, mas está machucado e deve desistir. Sua vaga deve ser preenchida por Kei Nishikori.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!