Com novo parceiro, Bruno Soares se classifica à final de torneio


O brasileiro Bruno Soares está na decisão da chave de duplas do ATP 250 de Stuttgart, disputado em quadras de grama na Alemanha e que serve de preparação para Wimbledon. Ao lado do australiano John Peers, seu parceiro antes do início da nova dupla com o croata Mate Pavic, venceram nesta sexta-feira, pelas semifinais, os austríacos Oliver Marach e Jurgen Melzer por 2 sets a 1 – com parciais de 7/6 (7/4), 5/7 e 10 a 6 no match tie-break.

Campeão deste torneio alemão há dois anos com o antigo parceiro, o britânico Jamie Murray, Bruno Soares terá de esperar para saber quem enfrentará na decisão marcada para domingo. Neste sábado, na outra semifinal, o indiano Rohan Bopanna e o canadense Denis Shapovalov jogarão contra os australianos Nick Kyrgios e Matt Reid.

“Começar bem na grama é sempre duro. A transição é complicada do saibro para a grama e o meu objetivo desta semana em que não estou jogando com o Mate (o croata está em evento de caridade) foi justamente esse, de chegar o melhor preparado possível em Queen’s para começar esse novo ciclo com tudo. Acabei dando sorte de jogar esta semana, de conseguir um belíssimo parceiro e estamos jogando bem. Pegamos uma chave bastante dura. Fizemos um jogo que foi no detalhe e estou muito feliz de estar nessa final e no domingo vamos para cima, para tentar sair com o caneco e com a confiança em alta”. analisou o brasileiro.

Bruno Soares disputará neste domingo a 60.ª final de sua carreira, na qual já tem 30 títulos. É a terceira final do ano – foi campeão no ATP 250 de Sidney, na Austrália, e vice no ATP 500 de Barcelona, na Espanha, em ambos ao lado de Jamie Murray.

Na chave de simples, o Canadá está em uma das semifinais. O jovem Felix Auger-Aliassime, de 18 anos, precisou salvar um match-point no duelo contra o alemão Dustin Brown, decidido apenas em três tie-breaks – parciais de 7/6 (7/3), 6/7 (2/7) e 7/6 (7/2). Seu rival será Milos Raonic, que passou pelo húngaro Marton Fucsovics por 2 sets a 0, com um duplo 6/4.

No outro lado da chave, o italiano Matteo Berrettini provou que está em um bom momento. Após eliminar Nick Kyrgios e o russo Karen Khachanov, ganhou nesta sexta-feira do norte-americano Denis Kudla com um duplo 6/3 e vai enfrentar o alemão Jan-Lennard Struff, algoz do francês Lucas Pouille com um duplo 6/4.

NA HOLANDA – No ATP 250 de Hertogenbosch, também na grama, o francês Richard Gasquet não deu chance ao azar e derrotou a zebra chinela Nicolas Jarry, que no dia anterior havia eliminado o grego Stefanos Tsitsipas, cabeça de chave número 1. Para avançar às semifinais, ganhou por 2 sets a 0 – com parciais de 7/6 (10/8) e 6/4. Seu rival será o australiano Jordan Thompson, que bateu o compatriota Alex De Minaur.

A outra disputa por um lugar na decisão será entre o croata Borna Coric, cabeça 2 na Holanda, e o francês Adrian Mannarino. O segundo favorito derrotou de virada o chileno Cristian Garín por 2 sets a 1 – com parciais de 6/7 (4/7), 6/3 e 7/6 (7/4) – e o tenista da França bateu o belga David Goffin, quinto pré-classificado, também por 2 a 1 – parciais de 4/6, 7/5 e 6/3.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora