Após vice, Rogerinho sobe 30 posições na ATP e volta a ser número 2 do Brasil


Depois de conquistar no último final de semana o vice-campeonato do Challenger de Liberec, na República Checa, Rogério Dutra Silva subiu 30 posições no ranking da ATP, que foi atualizado nesta segunda-feira, e voltou a ocupar o posto de tenista número 2 do Brasil.

O paulista de 35 anos assumiu a 206ª colocação e ficou mais próximo de retornar ao Top 200 da listagem, fechado hoje pelo norte-americano Noah Rubin, que está apenas dez pontos à frente do brasileiro (251 a 241). Rogerinho ultrapassou João Menezes, o 212º no geral e hoje o terceiro mais bem ranqueado do País, com 233, e ficou novamente atrás apenas de Thiago Monteiro, que permaneceu em 106º, com 532 pontos.

João Menezes, porém, tem motivos de sobra para comemorar nesta segunda-feira, pois no último domingo à noite conquistou a medalha de ouro do tênis masculino dos Jogos Pan-Americanos de Lima. Com o troféu, o jogador de 22 anos garantiu vaga na Olimpíada de Tóquio-2020, na qual ele estará presente caso se mantenha entre os 300 melhores do ranking até o dia 8 de junho do ano que vem.

O outro único brasileiro que figura no Top 300 é Thomaz Bellucci, que caiu sete posições nesta segunda-feira é agora é o 266º tenista do mundo.

O sérvio Novak Djokovic, com 12.415 pontos, segue na liderança disparada do ranking, enquanto Rafael Nadal é o segundo colocado, com 7.945. E o espanhol corre o risco de perder o posto para o suíço Roger Federer, com 7.460, nesta semana, quando disputará o Masters 1000 realizado no Canadá, em Montreal. Atual campeão do evento canadense, que no ano passado ocorreu em Toronto, ele só seguirá como número 2 da ATP se avançar pelo menos à final da competição.

O título do evento canadense dá 1.000 pontos no ranking, pontuação que Nadal defenderá, sendo que o vice-campeonato da competição rende 600. Federer não disputará esta edição da competição realizada em quadras duras no Canadá, mas não tem pontuação a defender nesta semana.

Campeão no último sábado do Torneio de Kitzbuhel, realizado em seu país, austríaco Dominic Thiem se manteve na quarta posição da ATP, enquanto o grego Stefanos Tsitsipas e o japonês Kei Nishikori subiram um posto cada e agora figuram nas respectivas quinta e sexta colocações. Eles foram beneficiados pela queda do alemão Alexander Zverev do quinto para o sétimo lugar.

Já o italiano Fabio Fognini caiu da nona para a 11ª posição e foi ultrapassado pelo russo Daniil Medvedev e o sul-africano Kevin Anderson, que fecham o Top 10. Já no grupo dos 30 primeiros, destaque para a presença do australiano Nick Kyrgios, que assumiu a 27ª posição ao saltar 25 postos. A grande ascensão se deveu à conquista do Torneio de Washington, ATP 500 no qual ele triunfou no último domingo.

FEMININO – Já o ranking da WTA, liderado pela australiana Ashleigh Barty, teve apenas uma mudança de posição em seu Top 20. A norte-americana Serena Williams, ex-número 1 do mundo, caiu do dono para o décimo lugar ao ser ultrapassada pela bielo-russa Aryna Sabalenka, que foi vice-campeã do Torneio de San Jose, nos Estados Unidos, no último domingo.

Nesta semana, o topo da listagem feminina estará em jogo. A japonesa Naomi Osaka e a checa Karolina Pliskova, respectivas vice-líder e terceiro colocadas, têm chances de assumir a ponta na disputa do Torneio de Toronto, onde Barty tentará se manter no primeiro lugar.

Beatriz Haddad Maia, única brasileira no Top 100, se manteve na 97ª colocação. Ela está suspensa preventivamente das competições pelo Programa Antidoping da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), em punição aplicada no mês passado, depois de ter sido reprovada em um exame antidoping.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1º Novak Djokovic (SER) – 12.415 pontos
2º Rafael Nadal (ESP) – 7.945
3º Roger Federer (SUI) – 7.460
4º Dominic Thiem (AUT) – 4.755
5º Stefanos Tsitsipas (GRE) – 4.045
6º Kei Nishikori (JAP) – 4.040
7º Alexander Zverev (ALE) – 4.005
8º Karen Khachanov (RUS) – 2.890
9º Daniil Medvedev (RUS) – 2.745
10º Kevin Anderson (AFS) – 2.500
11º Fabio Fognini (ITA) – 2.420
12º Juan Martín Del Potro (ARG) – 2.230
13º Roberto Bautista Agut (ESP) – 2.215
14º Borna Coric (CRO) – 2.195
15º John Isner (EUA) – 2.085
16º Marin Cilic (CRO) – 2.030
17º Nikoloz Basilashvili (GEO) – 1.975
18º David Goffin (BEL) – 1.815
19º Milos Raonic (CAN) – 1.810
19º Gael Monfils (FRA) – 1.770
106º Thiago Monteiro (BRA) – 532
206º Rogério Dutra Silva (BRA) – 241
212º João Menezes (BRA) – 233
266º Thomaz Bellucci (BRA) – 165

Confira o ranking atualizado da WTA:

1ª Ashleigh Barty (AUS) – 6.605 pontos
2ª Naomi Osaka (JAP) – 6.228
3ª Karolina Pliskova (RCH) – 6.055
4ª Simona Halep (ROM) – 5.933
5ª Kiki Bertens (HOL) – 5.130
6ª Petra Kvitova (RCH) – 4.785
7ª Elina Svitolina (UCR) – 4.737
8ª Sloane Stephens (EUA) – 3.773
9ª Aryna Sabalenka (BIE) – 3.565
10ª Serena Williams (EUA) – 3.410
11ª Anastasija Sevastova (LET) – 3.356
12ª Belinda Bencic (SUI) – 2.963
13ª Angelique Kerber (ALE) – 2.875
14ª Johanna Konta (GBR) – 2.745
15ª Marketa Vondrousova (RCH) – 2.652
16ª Qiang Wang (CHN) – 2.647
17ª Madison Keys (EUA) – 2.556
18ª Caroline Wozniacki (DIN) – 2.478
19ª Anett Kontaveit (EST) – 2.335
20ª Elise Mertens (BEL) – 2.180
97ª Beatriz Haddad Maia (BRA) – 641

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora