Após rodada dupla, Federer e Osaka apontam dores e desistem em Roma


Dois dos principais tenistas do circuito, o suíço Roger Federer e a japonesa Naomi Osaka não resistiram ao esforço da rodada dupla de quinta-feira e abandonaram a competição em Roma, nesta sexta. Ambos alegaram problemas físicos para deixar o torneio, preparatório de Roland Garros.

Federer e Osaka precisaram jogar duas partidas na quinta, em razão dos atrasos na programação de quarta, por causa da chuva. Ambos jogaram o duelo de estreia e também a partida das oitavas de final, avançando às quartas. Mas o desgaste físico no saibro italiano, sob forte calor na quinta, trouxe consequências para ambos.

O tenista número três do mundo permaneceu em quadra na quinta por 3h51min. No total, disputou cinco sets, equivalente a uma dura partida de Grand Slam. Ele começou o dia vencendo o português João Sousa por 2 sets a 0 e, na sequência, suou para buscar a virada sobre o croata Borna Coric por 2 a 1 – chegou a salvar dois match points.

Como consequência, o tenista de 37 anos passou a sentir dores musculares na perna direita ao longo daquela partida. E foi justamente esta dor que causou o seu abandono, de acordo com a organização da competição italiana. Nesta sexta, ele enfrentaria o grego Stefanos Tsitsipas, que garante assim sua vaga direta na semifinal. Seu adversário vai sair do duelo espanhol entre Rafael Nadal e Fernando Verdasco.

Com a desistência, Federer encerrou sua preparação para Roland Garros, Grand Slam que não disputa desde 2016. Antes, havia disputado o Masters 1000 de Madri, torneio de mesmo nível de Roma no circuito masculino. Foram, ao todo, cinco partidas no saibro, superfície que removeu do seu calendário nas últimas duas temporadas.

OSAKA TAMBÉM DESISTE – A tenista número 1 do mundo também teve dificuldades para se recuperar do dia cheio em Roma. Assim como Federer, ela disputou duas partidas e ficou em quadra por 2h55min. No início desta sexta, acusou dores na mão direita.

“Quando eu acordei hoje cedo, eu não conseguia mexer o meu dedão. Tentei treinar e segurar a minha raquete, mas não consegui. Continuei sentindo a dor, mesmo tentando outras posições durante o treino”, explicou a japonesa, que disse não ter sentido dores durante seus jogos, na quinta.

Osaka estreou em Roma vencendo a eslovaca Dominika Cibulkova por duplo 6/3. Na sequência, bateu a romena Mihaela Buzarnescu pelo mesmo placar. “Não senti nada ontem [quinta]. É por isso que estou confusa agora, por ter acordado com esta dor. Talvez eu tenha dormido sobre a mão ou algo assim”, disse a líder do ranking, que não perderá sua posição ao fim do torneio. Sua preocupação agora é fazer uma avaliação médica de olho em Roland Garros, que terá início no dia 26, em Paris.

Com o abandono de Osaka, a holandesa Kiki Bertens avança diretamente às semifinais. E fica à espera da vencedora do duelo entre a checa Marketa Vondrousova e a britânica Johanna Konta.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!