24 de julho de 2024 Atualizado 20:58

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Técnico cita ‘evolução fantástica’ na Eurocopa e prevê Espanha conquistando ‘algo grande’

Por Agência Estado

09 de julho de 2024, às 08h34

O técnico Luis de la Fuente não escondeu a confiança em levar a seleção da Espanha ao título da Eurocopa. Em entrevista coletiva, que antecede o duelo com a França, marcado para esta terça-feira, às 16h, horário de Brasília, na Arena de Munique, na Alemanha, pela semifinal do torneio, o treinador elogiou o rival, mas admitiu que enxerga sua equipe com o maior potencial de conquista.

“Estamos cheios de felicidade, muito satisfeitos, mas com a ambição de chegar à final contra um grande rival. Tenho visto um crescimento fantástico nesta equipe e sei que vamos conseguir algo grande agora ou mais tarde. Para mim, independentemente do resultado, meu time é o melhor. A mesma coisa que pensei quando comecei o torneio e o que pensarei quando partirmos”, afirmou.

De la Fuente afirmou que a Espanha vai para a partida com a intenção de propor o jogo e envolver o meio de campo da França. “Penso que estamos preparados para disputar este jogo sabendo que a França é uma equipa muito forte, física e com grande individualidade. Temos outras virtudes e tentaremos impor o nosso estilo aos franceses. Temos formas diferentes de ver o futebol.”

O treinador ainda destacou a evolução física de seus jogadores, apesar de perder Pedri por lesão. A Espanha ainda não terá contra a França o lateral Carvajal e o atacante Álvaro Morata, ambos suspensos pelo acúmulo de cartões.

“Os jogadores têm bons hábitos de recuperação. Estamos a recuperar bem, apesar dos poucos dias de descanso, viagens e stress, mas todas as equipas estão na mesma situação”, destacou.

Assim como De la Fuente, Rodri também mostrou estar otimista com a sua seleção e destacou não ter medo do rival. “Vemos uma Espanha muito vertical, com muitas opções e jogadores que podem contribuir com diferentes recursos. Temos um futebol muito completo, mas é claro que a França é uma das melhores seleções dos últimos anos, é evidente. Será uma equipe difícil de vencer. Não temos medo e podemos vencer qualquer equipe”, disse.

Publicidade