20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Rival abandona e Bia Haddad avança em Wimbledon após 3 games; Luisa Stefani cai

Por Agência Estado

04 de julho de 2024, às 10h59

Beatriz Haddad Maia só precisou disputar três games nesta quinta-feira para avançar à terceira rodada de Wimbledon. A tenista brasileira faturou a vitória após abandono precoce da rival colombiana Camila Osorio, que sofreu uma lesão na coxa esquerda. Na chave de duplas, Luisa Stefani foi eliminada logo na estreia.

Osorio, atual 84ª do mundo, deixou a partida no decorrer do quarto game do primeiro set, em razão de dores na coxa. Bia vencia por 3 a 0, com uma quebra de saque de vantagem. A partida durou apenas 24 minutos, o que deve ajudar na recuperação física e na preparação da brasileira para seu próximo jogo.

Na terceira rodada, Bia enfrentará a vencedora do duelo entre a favorita americana Danielle Collins, número 11 do mundo, e a húngara Dalma Galfi, 127ª do mundo. Collins é um dos destaques da temporada, justamente em seu ano de despedida do circuito, segundo anunciou no começo de 2024.

Um eventual triunfo sobre Collins poderá “abrir” a chave para a brasileira, que teria uma adversária mais complicada somente nas quartas de final, podendo cruzar com a polonesa Iga Swiatek, atual número 1 do mundo, mas que não tem resultados relevantes sobre a grama.

Com o resultado desta quinta, Bia tem em Wimbledon o Grand Slam em que mais venceu até agora. São sete, na esteira da boa campanha da temporada passada, quando parou nas oitavas de final após sentir dores nas costas. Em Roland Garros, ela tem seis triunfos, contra cinco do Aberto da Austrália.

DUPLAS
Luisa Stefani e a holandesa Demi Schuurs sofreram uma dura derrota logo na estreia na chave de duplas. Nesta quinta, apesar do status de cabeças de chave número 6, elas foram batidas pela eslovaca Tereza Mihalikova e pela local Olivia Nicholls pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0.

A brasileira já vinha de uma decepção em Roland Garros quando precisou deixar a chave pouco antes do início da competição em razão de uma lesão sofrida pela parceira holandesa.

Publicidade