CAS diz que canoagem da Bielo-Rússia foi injustamente banida da Olimpíada do Rio

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) afirmou nesta segunda-feira que a equipe de canoagem - slalom…


A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) afirmou nesta segunda-feira que a equipe de canoagem – slalom e de velocidade – da Bielo-Rússia foi erroneamente excluída dos Jogos Olímpicos do Rio por um suposto caso de doping.

Assim, o tribunal explicou que um painel de juízes responsável pela avaliação do caso revogou a suspensão de um ano que havia sido imposta à equipe em julho de 2016 pela Federação Internacional de Canoagem. Houve “provas insuficientes para sustentar vários das violações das regras antidoping”, disse o tribunal.

Cinco dos 17 membros da equipe da Bielo-Rússia que foram submetidos a exames antidoping deram positivo para Meldonium após uma operação policial realizada em seu campo de treinamento, na França, em abril do ano passado.

A polícia francesa e os funcionários aduaneiros “confiscaram várias substâncias, medicações, material e equipamentos médicos”, disse a CAS. O painel decidiu que “não havia justificativa” para a exclusão se as múltiplas violações antidoping não foram comprovadas.

A Bielo-Rússia ganhou duas medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, na canoagem velocidade.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora