22 de abril de 2021 Atualizado 10:25

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Rebaixado para Série B, Botafogo demite técnico Eduardo Barroca

Por Agência Estado

06 fev 2021 às 17:18 • Última atualização 06 fev 2021 às 17:35

Um dia após ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo anunciou a demissão do técnico Eduardo Barroca. A equipe carioca teve a queda confirmada na noite desta sexta-feira, ao ser derrotada pelo Sport por 1 a 0, no Engenhão. Foi a terceira vez que o time foi rebaixado na competição.

Em pronunciamento neste sábado, o presidente Durcésio Mello admitiu a tristeza diante da má fase que o clube enfrenta. Segundo ele, foram cometidos “muitos erros dentro e fora de campo, mas precisamos olhar pra frente”. “A instituição Botafogo é muito grande e vai voltar a ter o destaque e a grandeza que ela tem”, completou.

O dirigente afirmou que mudanças foram estruturadas e que falhas internas serão corrigidas para buscar melhores resultados. “Estamos criando uma nova cultura interna, rompendo com o que não deu certo no passado”, disse ele.

Por fim, antes de passar a palavra ao diretor de futebol, Eduardo Freeland, ele destacou que o momento ruim trará a chance de fazer melhorias na equipe. “A crise é uma janela de oportunidades, que vai poder dar novas versões para a gente, para construir um Botafogo mais forte”, garantiu.

Segundo Freeland, novo diretor de futebol do Botafogo, que iniciou o trabalho na equipe há 11 dias, o elenco está envolvido, porém desmotivado, e com “menos autoestima que se espera”. Destacou também que o momento é de “profunda reflexão” e que questões de disciplina, como atrasos e faltas, já foram resolvidas junto aos atletas.

Com o cuidado de não repetir erros do passado, entre eles “troca de comando com frequência” em sua avaliação, o diretor anunciou a demissão do treinador Eduardo Barroca e de membros da comissão técnica.

Contudo, o diretor quis destacar o “envolvimento e profissionalismo” de Barroca e, que segundo Freeland, “valorizou muito os nossos ativos e que é um legado que já deixa para o próximo treinador”. A diretoria não divulgou qual será o substituto do técnico.

Publicidade