22 de janeiro de 2021 Atualizado 19:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Reapresentação da Ponte é marcada por reunião para tratar de salários atrasados

Por Agência Estado

07 jan 2021 às 13:38 • Última atualização 07 jan 2021 às 13:53

Não é só a oscilação nas atuações que vem incomodando o elenco da Ponte Preta. Nesta quinta-feira, os jogadores se reuniram com a diretoria para tratarem de um assunto delicado: atrasos salariais. Antes do técnico Fábio Moreno comandar o treinamento no CT do Jardim Eulina, em Campinas (SP), visando a partida de segunda-feira contra o Cuiabá, pela Série B do Campeonato Brasileiro, os atletas ouviram do executivo de futebol Alex Brasil uma proposta para quitar parte das pendências.

A Ponte Preta estaria devendo três meses de direito de imagem, premiações por vitórias ao longo da Série B, 13.º salário e férias. Além disso, o clube cortou 25% dos direitos de imagem no início da pandemia do novo coronavírus e fez um acordo com o elenco para pagar o valor em 10 vezes. Mas apenas uma parcela foi depositada até agora.

“Assim como tem ocorrido com a boa parte dos times de futebol brasileiro desde março do ano passado, em virtude da pandemia, a Ponte Preta vem enfrentando queda de arrecadação em virtude de impactos financeiros causados pela situação nacional e mundial. Dentro deste contexto, a instituição vem se empenhando continuamente para cumprir com todas as suas obrigações e nos compete informar que todos os salários vinculados à CLT estão rigorosamente em dia”, disse o clube em nota oficial.

“É fato que há um valor de direitos de imagem em aberto, que foi parcelado, e a Ponte vem se esforçando para honrar esse compromisso. A Diretoria da Ponte tem mantido transparência e diálogo com todos e feito um cronograma de pagamentos com os atletas. O diálogo permanece e pendências mais urgentes estão sendo tratadas caso a caso, no melhor interesse de todos, para que sejam regularizadas o quanto antes”, completou o comunicado.

Dentro de campo, Fábio Moreno comandou o primeiro treinamento após o empate no dérbi contra o Guarani e já iniciou a preparação para o importante jogo de segunda-feira contra o Cuiabá, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Faltando cinco jogos para o fim do campeonato, a Ponte Preta está na sétima colocação, com 47 pontos. Hoje, a diferença para o G4 é de cinco, mas pode ficar em sete até o encerramento da 33.ª rodada.

Publicidade