12 de julho de 2024 Atualizado 11:38

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Portugal sofre mas arranca virada no final e estreia na Eurocopa com vitória

Por Agência Estado

19 de junho de 2024, às 09h14

Em um jogo dramático, com direito a gol anulado no final do segundo tempo, Portugal conseguiu confirmar o seu favoritismo no final da partida e venceu a República Checa, nesta terça-feira, de virada por 2 a 1, em sua estreia na Eurocopa. Francisco Conceição saiu do banco de reservas para fazer o gol da vitória. O roteiro da partida teve contornos dramáticos. O rival saiu à frente do placar e o empate só veio graças a um gol contra. Diogo Jota até balançou a rede para os lusitanos, mas o VAR invalidou o lance marcando impedimento. No final, já nos acréscimos, o tento salvador marcou o triunfo dos portugueses.

Um dos grandes personagens deste torneio, o veterano Cristiano Ronaldo acabou passando em branco neste primeiro confronto. Jogando como referência na frente, ele desperdiçou duas boas chances mas perdeu a batalha direta com o goleiro Stanek.

Com a primeira rodada do Grupo F definida, Turquia (com melhor saldo) e Portugal aparecem com três pontos no Grupo F. Empatados com uma derrota República Checa e Geórgia completam a chave.

As duas seleções voltam a campo pela segunda rodada no próximo sábado. Portugal enfrenta a seleção da Turquia em Dortmund. No outro compromisso da chave, Geórgia encara a República Checa em Volkspark

O primeiro tempo foi praticamente de um time só. Sem conseguir impor um estilo mais ofensivo, a República Checa se limitou a agrupar seus jogadores no campo de defesa para não ser vazada dando ao adversário a chance de ditar o ritmo do confronto.

Apesar de ter mais posse de bola, entretanto, Portugal teve dificuldades para penetrar nas entrelinhas do adversário. Na estratégia, Rafael Leão tentou abrir espaços pelos lados enquanto Cristiano Ronaldo era a referência na frente.

O tom da primeira etapa pode ser explicado pelo número de finalizações. 9 a 1 para os portugueses. Diante da barreira checa à frente da área, Portugal buscou a variação ora com chutes de meia distância (Bruno Fernandes quase pegou o goleiro rival desprevenido)ora com jogadas pelas pontas.

Em uma dessas tentativas, em um cruzamento rasteiro, Rafael Leão perdeu chance incrível de abrir o marcador. Bem marcado, Cristiano Ronaldo teve duas oportunidades, mas falhou em ambas. Na primeira, em passe vertical de Bruno Fernandes, ele parou no goleiro. na outra, já no fim da etapa inicial, ele fez o giro e bateu de esquerda, mas Stanek novamente levou a melhor.

Na volta do intervalo, a além da retranca adversária, Portugal passou a ter o relógio como um adversário a mais. À medida com que o empate se arrastava, a ansiedade passou a ser um complicador a mais.

A etapa final se encaminhava para repetir o roteiro de pressão apresentado nos primeiros 45 minutos. No entanto, em sua primeira ação ofensiva de fato, a República Checa fez o que poucos acreditavam. Após um cruzamento da esquerda, Provod encontrou espaço para o chute na entrada da área. O arremate saiu cruzado e a bola foi no canto do goleiro Diogo Costa: 1 a 0 aos 18 minutos.

Na saída de bola, Cristiano Ronaldo usou sua liderança para reanimar o time e gesticulou muito incentivando os companheiros. Praticamente na sequência do primeiro gol, Portugal conseguiu dar a resposta que a sua torcida esperava. Num cruzamento da direita, Nuno Mendes cabeceou quase na pequena área. Stanek conseguiu a defesa parcial, mas a bola bateu na canela do zagueiro Hranac, que fez gol contra e decretou o empate de 1 a 1 aos 21 minutos.

A partir daí, Portugal foi para a pressão e a República Checa viveu de contragolpes. No lance mais agudo até então, Diego Jota desempatou de cabeça, mas o gol foi anulado. De tanto insistir, a virada saiu aos 46 minutos. Em jogada pela esquerda, a zaga cortou mal e a bola sobrou para Francisco Conceição estufar a rede e decretar a virada.

TURQUIA VENCE GEÓRGIA EM JOGO ELETRIZANTE

Mais cedo, em um jogo bastante movimentado, a Turquia marcou a sua estreia na Eurocopa com uma vitória de 3 a 1 sobre a Geórgia. Os turcos abriram o placar em grande estilo. Müldur mandou uma bomba ao emendar um rebote na entrada da área e acertou o ângulo do goleiro rival. A resposta da Geórgia veio antes do intervalo. Kochorashvili fez bela jogada e Mikautadze empatou.

No segundo tempo, a partida seguiu em um ritmo intenso e Arda Güller, de fora da área, fez 2 a 1. A desvantagem foi a senha para Geórgia se lançar ao ataque e tornar o confronto ainda mais dinâmico. O travessão salvou a Turquia em arremate de Kochorashvili e a pressão se manteve até o fim. Num ato de desespero, até o goleiro foi para a área em busca do 2 a 2.

Após um rebote de escanteio, no entanto, a Turquia selou o triunfo. Aktürkoglu escapou com liberdade, avançou pelo campo de defesa do adversário e, diante da meta sem goleiro, balançou a rede para decretar o triunfo de 3 a 1 em um dos melhores jogos da Eurocopa até aqui.

Publicidade