26 de janeiro de 2021 Atualizado 12:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Fórmula 1

Pole, Hamilton destaca ‘liberdade’ e menor pressão após assegurar o título

Inglês foi o mais rápido no Bahrein e conquistou a 98ª pole da carreira, ampliando seu próprio recorde

Por Agência Estado

28 nov 2020 às 16:15 • Última atualização 28 nov 2020 às 19:53

Com o título da temporada 2020 da Fórmula 1 assegurado há duas semanas, Lewis Hamilton afirmou que pilotou mais leve neste sábado, na sessão classificatória para o GP do Bahrein. Ele foi o mais rápido da atividade e conquistou a 98ª pole de sua carreira, ampliando seu próprio recorde.

“Com menos pressão se pilota com mais liberdade”, observou o heptacampeão mundial, que se igualou a Michael Schumacher como os pilotos com mais títulos na história da Fórmula 1.
“É definitivamente mais agradável quando você não tem tanta pressão e pode simplesmente fazer o que faz com o melhor de sua capacidade, sem a pressão adicional”, reiterou.

Neste sábado, o piloto britânico não tirou o pé após faturar a sétima conquista da carreira e novamente foi dominante. Ele sobrou na parte final do Q3 e superou seu companheiro de Mercedes Valtteri Bottas e o holandês Max Verstappen, da Red Bull, para largar pela décima vez na posição de honra do grid em 2020.

“Eu apenas tentei me divertir. Quando há menos pressão você pilota melhor, porque quanto menos pressão, mais liberdade”, explicou. “Eu vim hoje e pensei: vamos nos divertir e curtir porque isso é o mais importante. E com a pressão mais baixa, me deu um alívio dirigir como eu fiz hoje”, adicionou Hamilton, que pode chegar à marca de 100 poles ainda neste ano.

“Ainda estou em forma, porque não comemorei nada apesar de ter já garantido o título. Continuei treinando e estou preparado mentalmente, de olho nos meus objetivos”, afirmou o astro da Mercedes. Como sempre faz, ele não deixou de enaltecer a equipe pelo trabalho bem-sucedido.

“Nunca deixo de me impressionar com a forma como esta equipe funciona”, apontou o piloto, que busca neste domingo, no Bahrein, o 95º triunfo na Fórmula 1. Ele detém o recorde de mais vitórias na categoria.

Publicidade