24 de setembro de 2020 Atualizado 02:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Libertadores

Palmeiras não terá Patrick de Paula, Lucas Lima e Luiz Adriano contra o Bolívar

Equipe entra em campo em La Paz nesta quarta-feira, pela terceira rodada da fase de grupos da competição continental

Por Agência Estado

15 set 2020 às 20:24 • Última atualização 15 set 2020 às 22:08

O Palmeiras terá três novos desfalques para a partida desta quarta-feira contra o Bolívar, em La Paz, pela Copa Libertadores. Segundo informações do clube, o volante Patrick de Paula, o meia Lucas Lima e o atacante Luiz Adriano não participaram do treino desta quarta-feira e, por problemas físicos, não vão participar da partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da competição.

Luiz Adriano é a principal baixa do Verdão contra o Bolívar – Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Lucas Lima sofreu um trauma no pé esquerdo na partida contra o Sport, no domingo, e não conseguiu se recuperar. Em relação aos outros dois jogadores, o motivo da ausência é o desgaste muscular acumulado pela sequência de partidas. A comissão técnica realizou exames médicos na Bolívia e detectou que seria melhor não escalar os dois, para evitar o risco de uma lesão devido à sobrecarga de jogos.

“Eles apresentaram níveis de fadiga muscular elevado. Isso acarretaria em uma possibilidade grande de lesão sabendo das condições climáticas, altitude, gramado pesado e um jogo que exigirá intensidade”, explicou o coordenador científico do clube, Daniel Gonçalves.

O médico do clube, Gilberto Cunha, afirmou que o mais adequado é o clube escalar outras opções em vez dos jogadores desgastados. “Melhor preservar e dar preferência a atletas que reúnem melhores condições nesse momento”, disse.

O técnico Vanderlei Luxemburgo comandou um treino tático em que ensaiou esquemas de marcação e depois, jogadas de bola parada. O provável time do Palmeiras para o jogo deve ter: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Gabriel Menino, Ramires e Zé Rafael; Raphael Veiga, Wesley e Willian.

A equipe lidera o Grupo B da primeira fase da Libertadores com seis pontos (venceu o Tigre, na Argentina, por 2 a 0, e o Guaraní, no Allianz Parque, por 3 a 1).

Publicidade