Sartori fecha Brasileiro Júnior de Verão com 100%

Americanense Murilo Sartori conquista três vitórias no torneio ao ser campeão e bater recorde nacional na prova dos 400 metros


O americanense Murilo Sartori, de 17 anos, fechou o Campeonato Brasileiro Júnior de Natação de Verão, no Rio de Janeiro, com 100% de aproveitamento. Nesta sexta-feira, último dia de evento, o atleta brilhou nos 400 metros livre: foi campeão e bateu o recorde nacional da categoria, que já pertencia a ele.

Murilo cravou 3min49s77 – antes, seu menor tempo era 3min51s46 – e também obteve o melhor índice técnico de toda a competição.

Foto: Ricardo Sodré / SSPress / CBDA
Murilo Sartori cravou 3min49s77 – antes, seu menor tempo era 3min51s46 – e também obteve o melhor índice técnico

“Foi bem bacana melhorar a marca na última prova do campeonato. Então, foi bem positivo e dá precedente para, no futuro, ter uma melhora ainda na prova”, avaliou o técnico Fabio Cremonez.
O americanense disputou um total de três provas no Brasileiro Júnior, denominado Troféu Julio de Lamare, e venceu todas. Ele já havia conquistado medalha de ouro nos 100 e 200 metros livre. Nos 200, além da vitória, o nadador estabeleceu a melhor marca da história do torneio, com 1min48s12.

Murilo integra a equipe Natação Americana, que contou com mais um representante no campeonato: o barbarense Julio Cesar Covolam. Ele teve como melhor resultado a quinta posição nos 200 metros costas. O atleta participou ainda dos 100 costas e 100 borboleta, mas, em ambas, caiu nas eliminatórias.

A dupla da equipe americanense competiu na categoria Júnior 1, composta por nadadores nascidos em 2002.

Na classificação geral, a Natação Americana alcançou o 11º lugar. O título ficou com o Minas Tênis Clube, que tinha uma delegação formada por 36 atletas.

Ao fim do Brasileiro Júnior, o diretor-geral da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Renato Cordani, apontou que Murilo vai brigar mesmo por vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

“É uma competição de transição entre a base e o Sênior, mas com um nível técnico muito alto e puxada por nadadores como André Calvelo e Murilo Sartori, que podem estar em Tóquio”, declarou Cordani.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora