Murilo Sartori e Manuela Sega competem no Peru

Americanenses vão representar o País na Copa Uana, que promete reunir 440 jovens de 25 países


Os atletas Murilo Sartori e Manuela Sega, da equipe Natação Americana, vão disputar a Copa Uana entre esta sexta-feira e domingo. O evento vai reunir 440 jovens de 25 países das Américas, em Lima, no Peru. Os participantes têm entre 11 e 17 anos de idade.

Postulante a uma vaga nos Jogos de Tóquio-2020, Murilo usará o torneio continental como uma forma de preparação para a seletiva olímpica, que será o Troféu Maria Lenk, campeonato marcado para abril.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Divulgação
Fabio Cremonez, Manuela Sega e Murilo Sartori, representantes da equipe Natação Americana

“O principal intuito de eu ir para a Copa Uana é treinar e competir em piscina longa. Não tenho muitas oportunidades de fazer isso, então vai ser bem importante”, disse o americanense ao site da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos).

Ele também destacou a qualidade dos nadadores que estarão na Copa Uana. “A competição tem um nível alto, um nível legal para treinarmos a estratégia de prova e chegarmos o mais próximo possível daquilo que quero atingir daqui dois meses, na seletiva olímpica”.

Estreante na competição, o atleta está inscrito para a categoria de 15 a 17 anos e vai nadar os 100, 200 e 400 metros livre.

“A gente vai aproveitar para avaliar como está o programa, como está a evolução dos treinamentos”, afirmou Fabio Cremonez, técnico da Natação Americana, em entrevista ao LIBERAL.

Segundo a CBDA, Murilo é o destaque da seleção que representará o País na Copa Uana. Em seu site, a confederação reforça que ele conquistou o bronze no Mundial Júnior de 2019.

Por outro lado, Manuela, que coleciona títulos e recordes estaduais, está tendo sua primeira oportunidade na seleção brasileira. Ela vai cair na piscina com meninas de 11 e 12 anos, nas provas de 50, 100, 200 e 400 m livre, 50 e 100 m peito e 200 m medley.

“Essa competição, até por ser também no começo da temporada, vai servir mais como experiência para seleções futuras”, comentou o treinador.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A trajetória do impasse em torno da lei municipal de incentivo ao esporte em Americana é o assunto desta edição do Além da Capa. Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora