21 de junho de 2021 Atualizado 09:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Na estreia internacional, Ceará perde boas chances e fica no empate na Argentina

Por Agência Estado

28 abr 2021 às 00:13 • Última atualização 28 abr 2021 às 08:17

O Ceará teve a chance de fazer uma estreia internacional ainda melhor. Na noite desta terça-feira, o time alvinegro perdeu boas oportunidades, especialmente no segundo tempo, e ficou no 0 a 0 contra o Arsenal de Sarandí, da Argentina, no Estádio Julio Grandona, em Buenos Aires, pela segunda rodada da primeira fase da Sul-Americana. Em mais de 100 anos de história, este foi o primeiro jogo oficial da equipe cearense fora do Brasil.

Com o empate, a equipe comandada pelo técnico Guto Ferreira chegou aos quatro pontos no Grupo C. Nesta quinta-feira, Jorge Wilstermann e Bolívar completam a rodada. Na Sul-Americana, apenas o líder de cada chave avança.

Longe de casa, os cearenses fizeram um primeiro tempo muito seguro. O Arsenal teve mais a bola, tentou pressionar, mas levou perigo poucas vezes. A oportunidade mais clara veio em jogada de bola parada. Após jogada ensaiada, Soraire desviou de cabeça e Richard fez a defesa. Aos poucos, o Ceará foi se soltando e assustou o goleiro Medina.

Primeiro, Stiven Mendoza finalizou firme e parou em Medina. Na sequência, Gabriel Dias tentou de fora da área, o camisa 1 argentino se perdeu no lance, mas conseguiu se recuperar e deu uma manchete para salvar o Arsenal.

O Ceará teve bem mais presença ofensiva no segundo tempo, mas faltou tranquilidade e concentração para abrir o placar. Logo aos seis minutos, Lima assustou em chute cruzado. O atacante voltou a ficar em boas condições após grande triangulação com Vina e Vizeu, mas a bola saiu por cima.

A chance mais clara saiu dos pés de Stiven Mendoza. Ele recebeu boa enfiada de Vina e saiu de frente para Medina. A bola, no entanto, caiu na perna direita do atacante, que não é a boa, e ele finalizou em cima do goleiro argentino, perdendo boa chance.

Ainda deu tempo do Ceará perder mais uma chance nos minutos finais. Em contra-ataque, Saulo Mineiro recebeu e chutou rasteiro para outra boa defesa de Medina.

O Ceará tem uma agenda recheada. No sábado, a equipe encara o Bahia, no primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, às 16 horas, no Pituaçu, em Salvador. Na quarta-feira que vem (05), o Vozão encara o Bolívar, às 19h15, no Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia.

Publicidade