07 de março de 2021 Atualizado 20:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Muricy aponta São Paulo com Crespo no comando: aguerrido, veloz e competitivo

Por Agência Estado

12 fev 2021 às 18:38 • Última atualização 12 fev 2021 às 19:23

Muricy Ramalho, coordenador de futebol do São Paulo, foi um dos responsáveis pela contratação do técnico Hernán Crespo para dirigir a equipe do Morumbi até o fim de 2022. Em um vídeo divulgado pelo clube, o dirigente enumerou as características que espera serem adquiridas pela equipe com a chegada do novo comandante.

“Time aguerrido, time de velocidade, time que pressiona o adversário. Tudo isso ele mostrou para a gente. Nós estamos felizes, o torcedor do São Paulo pensa assim sobre o futebol. Um time bastante competitivo, o São Paulo sempre foi competitivo, e isso procuramos com esse treinador”, disse Muricy.

Ainda não há uma data definida para o novo comandante assumir a equipe tricolor. O São Paulo tem mais quatro partidas no Brasileirão. Vizolli é quem treina o time para o jogo de domingo, às 20h30, diante do Grêmio, fora de casa.

Crespo terá mais cinco membros de sua comissão contratados pelo São Paulo. Seu auxiliar é Juan Branda. Ele traz ainda para o Brasil um preparador de goleiros, dois profissionais da área física (Alejandro Kolan e Gustavo Satto) e mais um técnico de desempenho. Crespo terá ao seu lado Muricy Ramalho, que voltou para o São Paulo depois de receber convite do presidente Julio Casares. O ex-técnico fará a ponte do futebol com os dirigentes. Será uma espécie de braço-direito para o novo treinador.

Aos 45 anos, Crespo é um jovem treinador com menos de cem jogos no currículo. Atacante de carreira extensa por clubes italianos, começou a carreira de técnico nesse mesmo país nas categorias de base do Parma. Depois, passou pelo modesto Modena. O retorno à Argentina se deu em 2018, ao receber uma proposta do Banfield. O primeiro trabalho em seu país não foi positivo e terminou depois de quatro vitórias, seis empates e oito derrotas.

Publicidade