19 de julho de 2024 Atualizado 17:45

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Maurício é apresentado, destaca estrutura do Palmeiras e promete ‘fome’ por títulos

Por Agência Estado

08 de julho de 2024, às 15h31

O meia Maurício foi apresentado nesta segunda-feira, na Academia de Futebol, como novo reforço do Palmeiras. Com um semblante leve e um sorriso de orelha a orelha, o ex-jogador do Internacional foi recepcionado pela presidente Leila Pereira e elogiou em vários momentos a estrutura do clube. Ele também mostrou muita ansiedade em fazer a sua estreia com a camisa alviverde, de número 18.

“Recepção muito boa da torcida e da família Palmeiras. Estou feliz e honrado de vestir essa camisa. No Inter eu estava me sentindo muito bem, vinha sendo titular, mas aqui será um desafio muito importante para mim. Quero me adaptar o mais rápido possível. Sempre fui muito trabalhador. Acredito que terei a minha oportunidade. A estrutura, a qualidade do elenco, e a comissão técnica, são alguns fatores que chamam muita atenção, além do time estar brigando sempre por títulos. O Mundial também”, afirmou o meia, que vinha sendo um desejo do Palmeiras desde o início do ano. Na primeira tentativa, no entanto, ele acabou permanecendo no Sul.

“É tudo no momento certo. Eu acredito no tempo de Deus. No começo do ano teve um interesse, mas a situação não andou. Eu continuei trabalhando no Inter da melhor maneira, mas depois voltou o interesse e as coisas fluíram naturalmente. Era o momento certo de enfrentar esse novo desafio. As questões das enchentes podem também ter interferido para que o presidente buscasse recursos. Eu fiquei feliz e honrado quando chegou a proposta, mas sempre tive a cabeça no lugar.”

Maurício não se intimidou ao falar sobre ser a segunda contratação mais cara da história do clube. O meia foi adquirido pelo Palmeiras por cerca de 10,5 milhões de euros, o que equivale aproximadamente a R$ 62 milhões. Apenas o investimento em Miguel Borja foi maior. Em 2017, o time alviverde gastou 12 milhões de euros para ter o atacante, que acabou não correspondendo.

“Fico tranquilo em relação a isso. O que pesa é você corresponder à altura. Independente do jogador e do valor, você tem que mostrar dentro de campo e honrar as cores que você veste. Eu sei a responsabilidade de jogar no Palmeiras e estou ansioso para estar dentro de campo”, completou.

BRIGA POR POSIÇÃO E NOVOS COMPANHEIROS
O meia chegou para ser uma espécie de substituto de Raphael Veiga, mas deixou claro que é um atleta versátil e que pode atuar ao lado do xodó da torcida palmeirense.

“Veiga é uma inspiração pela história que tem dentro do clube e por tudo que ele representa. Tem algumas características de jogo parecidas e outras não. Todos estão para agregar. Aqui o time inteiro que acaba resolvendo, nunca é um jogador só. Espero ajudar muito. Nesses meus anos de carreira, já mostrei ser muito versátil. Isso é uma característica do time do Palmeiras. Eu quero estar dentro de campo, independente da função, para ajudar o Verdão”, enfatizou Maurício, que também falou novamente sobre sua amizade com Endrick.

“O Endrick tem uma qualidade fantástica. Com 17 anos, está indo para o Real Madrid e atua na seleção principal. Eu fico triste de não jogar com ele aqui, mas fico feliz por sua trajetória. Ele ficou bravo por eu não estar aqui antes para jogar com ele. É uma amizade muito especial e desejo toda sorte do mundo para ele.”

O novo reforço do Palmeiras avisou que estará 100% fisicamente para poder reforçar o clube no dia 17 de julho, quando a equipe paulista enfrentará o Botafogo, às 21h30, no Estádio Nilton Santos. Ele afirmou também não temer a concorrência.

“O Palmeiras é quem ganha com isso. Tem o Veiga, Estevão, Rômulo e o Felipe Anderson, e todos querem ganhar seu espaço. Temos muito a crescer e vai ser muito importante essa briga por posição. Venho com muita sede de jogar e conquistar títulos. O sonho de todo jogador é brigar por títulos. E no Palmeiras tem se repetitivo todo ano. No elenco, tem muitos jogadores vitoriosos que continuam com essa vontade. É essa a mentalidade”, finalizou.

O Palmeiras recebeu folga após vencer o Bahia por 2 a 0, no último domingo, no Allianz Parque. O time alviverde é o terceiro colocado do Brasileirão, com 30 pontos, apenas atrás de Flamengo (31) e Botafogo (30). Na quinta, enfrenta o Atlético-GO, às 19h30, em casa, pela 16ª rodada.

Publicidade