04 de agosto de 2020 Atualizado 16:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Massa tira culpa de Vettel por não vencer pela Ferrari: ‘Não é campeã desde 2008’

Por Agência Estado

27 Maio 2020 às 14:52 • Última atualização 27 Maio 2020 às 15:31

Desde que foi contratado pela Ferrari para a temporada de 2015, o alemão Sebastian Vettel chegou perto do título mundial duas vezes até agora. Tanto em 2017 como em 2018, liderou a classificação geral na primeira metade do campeonato, perdendo para o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, no decorrer do ano. Para o brasileiro Felipe Massa, piloto da escuderia italiana de 2006 a 2013, isentou o tetracampeão de culpa pelo jejum ferrarista.

“Ele venceu quatro campeonatos (todos pela Red Bull) e muitas corridas em sua carreira. E também na Ferrari, acho que foi muito bem. Ele venceu muitas corridas e até lutou por campeonatos. É preciso dizer que ele nunca teve um carro para se tornar campeão”, disse Massa, nesta quarta-feira, em entrevista à emissora britânica Sky Sports.

Depois de seis temporadas, nas quais conquistou 14 vitórias e 12 poles, Vettel e Ferrari anunciaram neste mês que vão encerrar a união ao final de 2020 – o espanhol Carlos Sainz Jr. já foi contratado para o seu lugar e será colega de equipe do monegasco Charles Leclerc.

“Você não pode se esquecer de que a última vez que a Ferrari venceu um título (de construtores) foi em 2008. É verdade que, pela equipe, passaram muitos bons pilotos e não puderam vencer, mesmo em 2008, quando estive ali e não tivemos o carro ou a equipe para vencer”, ressaltou Massa. “Fernando Alonso fez, definitivamente, um grande trabalho em 2010. Chegou ao limite na luta pelo título, mas talvez, para ser sincero, o carro não era capaz de ser campeão naquele ano. Na minha opinião, ele fez um trabalho impressionante”, lembrou.

Alonso, de fato, ficou muito perto de ser campeão pela Ferrari em duas oportunidades: a primeira em 2010 e a outra em 2012. Em ambas, o espanhol perdeu o título justamente para Vettel, que em 2015 foi contratado para o seu lugar.

“Todos os pilotos que passaram por ali, Sebastian, Kimi (Raikkonen), não puderam ganhar porque a equipe não foi completamente perfeita para vencer a temporada, de modo que isso não tem relação com Sebastian. Ele fez muitas grandes corridas, venceu muitas corridas ou lutou por vitórias e sempre esteve à frente do seu companheiro de equipe, mesmo sendo este um bom colega e campeão do mundo como Kimi”, comentou Massa, que também destacou o trabalho feito por Leclerc no seu primeiro ano na Ferrari.

“Talvez, no ano passado, as coisas mudaram um pouco. Não podemos nos esquecer do que fez Charles. É um piloto que acompanho desde o kartismo, mostrou que é um grande talento e que pode ser campeão ou um piloto de ponta na equipe em que esteja. Sebastian sofreu alguma pressão e talvez isso levou a Ferrari a tomar uma posição”, completou.

Sobre o futuro de Vettel na Fórmula 1, Massa acredita que a aposentadoria é um caminho natural. “Para estar na equipe, ele precisa estar 100% na certeza de que ele quer ficar e a equipe também. Se ele vai ficar na F1 ou não, é uma outra questão”.