13 de julho de 2024 Atualizado 00:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Martín erra no final e vitória da etapa da Alemanha de MotoGP fica com Francesco Bagnaia

Por Agência Estado

07 de julho de 2024, às 11h08

O italiano Francesco Bagnaia herdou uma vitória até certo ponto inesperada na manhã deste domingo. Líder absoluto, Jorge Martín passou reto na curva a duas voltas do final deixando o primeiro lugar de presente para o piloto da Ducati, que conquistou a etapa da Alemanha de MotoGP. Completando o pódio, Marc Marquez e Alex Marquez terminaram em segundo e terceiro lugares respectivamente.

O triunfo deu a Bagnaia ainda a liderança do Campeonato Mundial de Pilotos. Ao receber a bandeirada, ele chegou aos 222 pontos, dez a mais do que o vice-líder Jorge Martín. Marc Marquez aparece em terceiro lugar com 166.

Em largada bastante disputada, Jorge Martín não conseguiu sustentar a primeira posição por muito tempo. Francesco Bagnaia, que também saiu na primeira fila, ao lado de Miguel Oliveira, assumiu a liderança da prova na segunda volta.

Oliveira foi perdendo rendimento e cedeu duas posições ainda no início da etapa na Alemanha, sendo ultrapassado por Franco Morbidelli, que alcançou a terceira posição, e Alex Márquez, que saiu do pelotão intermediário para o quarto posto.

Na frente, a disputa pelo primeiro lugar se manteve intensa. Martín apertou o ritmo e conseguiu dar o troco em Bagnaia ao recuperar a ponta no giro de número seis da prova. Na sequência, o piloto italiano da Ducati se descuidou e foi surpreendido pelo desempenho de Morbidelli, que o ultrapassou em bela manobra e passou a ocupar o segundo lugar.

A disputa pelos primeiros lugares seguiu intensa. Apostando no rendimento de sua Yamaha, Morbidelli ficou somente a três segundos do líder Martín. No entanto, na metade da prova Bagnaia reagiu, recuperou a segunda posição, e voltou a brigar pelo primeiro lugar.

Faltando nove voltas para o fim, o momento mais tenso da corrida aconteceu quando Franco Morbidelli se chocou com Marc Márquez na curva. Os dois pilotos se desequilibraram, mas evitaram a queda e seguiram na pista sem perder posições.

Após suportar as investidas de seus concorrentes em busca da liderança, Jorge Martín se complicou sozinho e deu à prova, um final inesperado. Ele passou reto na curva a duas voltas do final e foi parar na caixa de brita. Bagnaia, que vinha em segundo, apenas administrou o final da corrida para receber a bandeirada e comemorar muito com a sua equipe.

Confira a classificação da etapa da Alemanha de MotoGP:

1º – Francesco Bagnaia (ITA/Ducati), em 40min40s063
2.º – Marc Marquez (ESP/Honda), a 3s804
3º – Alex Marquez (ESP/Gresini), a 4s334.
4º – Enea Bastianini (ITA/Ducati), a 5s317.
5º – Franco Morbidelli (ITA/Yamaha), a 5s557.
6º – Miguel Oliveira (POR/Trackhouse), a 10s481.
7º – Pedro Acosta (ESP/Tech3), a 146s746.
8º – Marco Bezzecchi (ITA/VR46), a 14s930.
9º – Brad Binder (AFS/KTM), a 15s084.
10º – Raúl Fernández (ESP/Trackhouse), a 16s384.
11º – Fabio Quartararo (FRA/Yamaha), a 17s235.
12º – Maverick Viñales (ESP/Aprilia), a 18s865.
13º – Jack Miller (AUS/KTM), a 25s425.
14º – Augusto Fernández (ESP/KTN), a 25s495
15º – Takaaki Nakagami (JAP/LCR Honda), a 25s817
16º – Luca Marini (ITA/VR46), a 25s854
17º – Johann Zarco (FRA/Pramac), a 25s952.
18º – Stefan Bradl (ALE/Honda), a 43s047.
19º – Joan Mir (ESP/Repsol Honda), a 43s145.
20º – Remy Gardner (AUS/Yamaha), a 50s115.

Não completaram a prova
Jorge Martin (ESP/Pramac)
Fabio Di Gianantonio (ITA/Gresini)

Publicidade