30 de novembro de 2020 Atualizado 07:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Lateral-esquerdo

Manchester United confirma Covid-19 e Alex Telles vira dúvida na seleção

Jogador fica afastado por ao menos 10 dias, enquanto o Brasil joga nos dias 13 e 17 de novembro

Por Agência Estado

28 out 2020 às 22:40 • Última atualização 28 out 2020 às 23:05

A seleção brasileira poderá sofrer mais uma baixa para os dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 marcadas para novembro. Nesta quarta-feira, o técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, confirmou que o lateral-esquerdo Alex Telles testou positivo para a Covid-19.

Por essa razão, o jogador foi baixa na goleada de 5 a 0 sobre o RB Leipzig nesta quarta, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O treinador confirmou o teste positivo do brasileiro após a vitória. Telles também foi desfalque no empate sem gols com o Chelsea, no fim de semana, em rodada do Campeonato Inglês.

Lateral Alex Telles está com Covid-19 e pode ser cortado da seleção brasileira – Foto: Lucas Figueiredo / CBF

“Ele testou positivo para o coronavírus. Mas não tem sintomas. Está bem e mal podemos esperar para tê-lo novamente conosco”, declarou o treinador. Solskjaer não informou quando foi realizado o teste que deu positivo para o jogador.

Pelos protocolos sanitários da Covid-19, o jogador deve ficar ao menos dez dias afastado das atividades. O Brasil enfrenta Venezuela e Uruguai nos dias 13 e 17 de novembro, pelas Eliminatórias. Em tese, Telles poderia estar de volta a tempo dos jogos. No entanto, estaria fora de forma física para defender a seleção.

Se Telles for confirmado como baixa do time de Tite, será a terceira seguida desta convocação. Isso porque Philippe Coutinho, do Barcelona, e Fabinho, do Liverpool, já foram cortados por motivos de lesão. Lucas Paquetá e Allan foram chamados por Tite para substituir os dois jogadores vetados.

Há também o risco de Tite perder Neymar. Nesta quarta, ele deixou a partida do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões com dores. Deve ser avaliado pelos médicos do clube francês nesta quinta.

Publicidade