World Athletics diz que adiará Mundial de Atletismo se Olimpíada passar para 2021


A World Athletics, novo nome da IAAF (Associação Internacional de Federações de Atletismo), afirmou nesta segunda-feira que não terá problema algum em adiar o Mundial de Atletismo, marcado para a cidade de Eugene, nos Estados Unidos, em 2021, caso os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 sejam adiados em um ano pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e pela organização do evento por conta da pandemia do novo coronavírus, denominado Covid-19.

De acordo com o calendário da World Athletics, o Mundial de Eugene, ao ar livre, está marcado entre os dias 6 e 15 de agosto. Se a Olimpíada no Japão for adiada em um ano, como está sendo especulado, ela aconteceria entre 23 de julho e 8 de agosto. As datas, então, coincidiriam, mas isso não é problema para a entidade que comanda o atletismo no planeta.

“A World Athletics é favorável às conversas com o COI para adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Seguimos preparados para trabalhar com o COI e todas as outras modalidades para uma data alternativa, incluindo em 2021”, informou a entidade, que diz já ter aberto conversas com a organização do Mundial de Eugene, que fica no estado do Oregon, na costa oeste dos Estados Unidos.

“Eles já começaram a conversar com as partes afetadas e nos disseram que trabalharão com todos os seus colaboradores para garantir que o Oregon possa acolher o Mundial de Atletismo em datas alternativas se for necessário”, completou a nota oficial.

Nesta segunda-feira, um dia depois do COI admitir pela primeira vez a possibilidade de adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, que tem prejudicado a preparação dos atletas em todo o planeta, a organização da Olimpíada e o governo japonês fizeram o mesmo. Eles vieram a público e deixaram claro que uma mudança na data da competição não está descartada. O cancelamento, no entanto, é totalmente rechaçado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora