Scheidt abre vantagem na liderança do 2º dia do Europeu de Star


Robert Scheidt permanece na liderança do Campeonato Europeu de Star. Após terminar o primeiro dia do evento, que está sendo realizado na cidade italiana de Riva Del Garda, na frente, o brasileiro seguiu na dianteira ao ter bom desempenho nas regatas realizadas nesta quinta-feira, com um terceiro, um quinto e um segundo lugares.

Com esse desempenho, somado ao triunfo e ao terceiro lugar nas regatas de quarta-feira, Scheidt, que compete ao lado do proeiro Henry Boening, o Maguila, lidera o campeonato com nove pontos perdidos. E o brasileiro está com vantagem de seis para o italiano Diego Negri e o alemão Frithjof Kleen.

Scheidt apontou que tem encarado dificuldades que está encontrando no Lago Di Garda, mas celebrou por ter conseguido bons resultados em todas as regatas que disputou, sempre ficando entre os cinco melhores das regatas já realizadas.

“Está muito difícil de sair do congestionamento na largada, mas até agora não tivemos nenhuma regata ruim. Enfrentamos um pequeno problema com nossa vela logo na primeira largada nesta quinta-feira, o que nos preocupou até o final da terceira disputa. A cruzeta de outro barco fez um rasgo pequeno, mas não chegou a comprometer. Agora vamos repará-la até amanhã (sexta-feira)”, afirmou.

O veterano velejador, de 46 anos, revelou preocupação com o aspecto físico para a sequência do campeonato, que terminará no domingo. “Precisamos estar recuperados e seguir bem preparados para a sequência deste Campeonato Europeu, onde temos 90 barcos na disputa. Com três regatas nesta quinta-feira, tivemos um dia que exigiu muito fisicamente. Agora é descansar e seguir focado para velejar bem nesta sexta”, completou.

Antes do evento na Itália, o brasileiro disputou o Troféu Princesa Sofia e a Semana de Vela de Hyères e ficou fora da medal race em ambas. O Europeu de Star vai até domingo e faz parte da preparação de Scheidt para buscar uma vaga nos Jogos de Tóquio.

A sua competição seguinte vai ser no Japão, onde, a partir de 3 de julho, participará do Campeonato Mundial na Classe Laser, na mesma raia das regatas da Olimpíada. Ele ainda deve voltar para Tóquio em agosto, para participar do evento-teste dos Jogos de Tóquio.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora