Praia Clube força tie break, mas Minas vence primeira final da Superliga Feminina


No primeiro de três jogos que definem a Superliga Feminina de vôlei, o Itambé/Minas precisou do tie break para vencer o Dentil/Praia Clube neste domingo e abrir vantagem na briga pelo título nacional. A equipe aproveitou o apoio dos 8.450 torcedores no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte, e venceu as rivais de Uberlândia por 3 sets a 2. É a primeira vez que duas equipes de Minas Gerais decidem o título.

Com o resultado, o Minas, que fez a melhor campanha da competição, dá mais um passo rumo ao terceiro título nesta temporada. Em 2019, o time já faturou o bicampeonato Sul-Americano e ainda venceu a Copa do Brasil. Já o Praia Clube precisará reverter a desvantagem para manter vivo o sonho do bicampeonato na Superliga. O segundo jogo será na próxima sexta-feira, às 21h30, no Sabiazinho, em Uberlândia.

A partida deste domingo foi equilibrada e mostrou a garra do Praia Clube. Depois de perder os dois primeiros sets (28/26 e 25/22), a equipe de Uberlândia exibiu seu poder de reação para empatar o jogo (duas parciais de 17/25) e forçar o tie break. No set decisivo, porém, o Minas foi bastante superior, vencendo pela boa margem de 15 a 6.

Vitória difícil, mas importantíssima para o Minas, do técnico italiano Stefano Lavarini, em seu segundo ano no clube. O resultado dá mais confiança às suas principais jogadoras, como a capitã Carol Gattaz, a líbero Leia, a levantadora Macris, a central Mara, e as ponteiras Natália e Gabi.

Já o Praia Clube terá de apostar na força de sua base campeã do ano passado, sob a batuta do treinador Paulo Coco. A campeã olímpica Fabiana é o destaque, assim como a líbero Suelen, a oposta Nicole Fawcett, a levantadora Carly Loyd (ambas dos Estados Unidos), a central Carol e a oposta Rosamaria. Fernanda Garay, que deixou o ginásio em uma cadeira de roda por causa de lesão,

O Minas já conquistou o título nacional duas vezes, em 1993 e em 2002. Para chegar à final, passou pelo Curitiba Vôlei nas quartas de final e pelo Osasco-Audax na semifinal. Já o Praia Clube eliminou o Fluminense nas quartas e o Sesi Vôlei Bauru (SP) na semi.

Se necessário, o terceiro jogo ocorre na outra sexta-feira, dia 03/05, às 21h30, no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte. A vantagem para o Minas decorre do fato de a equipe ter feito melhor campanha ao longo do torneio.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!