Piratas pode perder etapas da Copa SP por falta de recursos

O campeonato conta com três etapas e o time americanense de rugby tem presença garantida na primeira delas


Atual campeão da Copa SP Feminina, o Piratas Rugby, de Americana, pode ficar fora da maior parte da competição neste ano. O motivo é falta de patrocínio. O campeonato conta com três etapas. O time americanense tem presença garantida na primeira delas, marcada para 24 e 25 de agosto, em Taubaté. No entanto, faltam recursos para que a equipe participe das outras duas.

Foto: Divulgação
Equipe feminina precisa de dinheiro para a disputa das competições que começam em agosto

“Existe o risco de não participarmos a partir da segunda etapa, realmente por conta do patrocínio. Neste ano, alguns patrocínios não entraram da forma que nós esperávamos”, disse Lilian Oliveira, jogadora e uma das líderes do Piratas.

A segunda etapa acontece nos dias 28 e 29 de setembro, na Grande São Paulo, enquanto a terceira está agendada para 26 e 27 de outubro, em São José dos Campos.

As inscrições custam R$ 400 para cada fase. Porém, o valor pode ser reajustado ao longo da temporada pela FPR (Federação Paulista de Rugby). Também existem as despesas relacionadas à hospedagem e transporte.

Em 2018, o Piratas conquistou o título em parceria com o Rio Branco Rugby Clube, de São Paulo. O elenco foi formado por jogadoras dos dois times e venceu todas as etapas da Copa SP, que corresponde à segunda divisão estadual.

Neste ano, a equipe americanense disputa o torneio sozinha, mas será reforçada por atletas da Locomotiva Rugby Clube, de Araraquara. Os dois times fizeram um acordo de intercâmbio de jogadoras.

Interessados em ajudar o Piratas podem entrar em contato com Lilian pelo telefone (19) 99823-4908 ou pelo e-mail lilian_admfin@hotmail.com.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora