Organização diz que Serena voltará às quadras no Torneio de Roma


Após um período afastada das quadras por causa de uma lesão, Serena Williams voltará a jogar no Torneio de Roma. O diretor do evento italiano, Sergio Palmieri, afirmou à agência de notícias The Associated Press, nesta sexta-feira, que conversou com o empresário da norte-americana e que a tenista “já reservou quartos e estará aqui alguns dias antes” da competição, marcada para o período de 13 a 19 de maio.

Serena não atua desde que abandonou o Torneio de Miami na terceira rodada, em março, por causa de uma lesão no joelho esquerdo. Ela não atua em Roma desde 2016, quando faturou o seu quarto título do evento italiano ao derrotar a compatriota Madison Keys na decisão.

Se a organização assegura a participação de Serena, a situação de Roger Federer ainda é uma incógnita. O astro suíço está previsto para disputar o Masters 1000 de Madri na próxima semana, como preparação para Roland Garros, que começará em 26 de maio.

É uma estratégia diferente da adotada por Federer, de 37 anos, nas duas temporadas anteriores, quando não participou dos eventos de saibro. “Federer está inscrito para jogar, o que é diferente dos dois últimos anos, quando ele se retirou com antecedência”, disse Palmieri. “Então o fato de ele ter se inscrito significa ser possível que ele jogue. É impossível prever, no entanto. Conhecendo-o, é mais provável que ele venha apenas se estiver jogando bem”.

Vice-campeão quatro vezes, Federer nunca foi campeão do Masters 1000 de Roma, sendo este um dos poucos eventos de peso do calendário que o astro suíço nunca venceu na sua gloriosa carreira.

“Jogar três torneios consecutivos no saibro em sua idade é complicado”, ponderou o presidente da Federação Italiana de Tênis, Angelo Binaghi. “Mas eu acho que também

depende de seus resultados em Madri.”

Por enquanto, a chave masculina de Roma só registrou desistências de peso do sul-africano Kevin Anderson, o número 6 do mundo, e do canadense Milos Raonic, o 16º colocado no ranking da ATP, que estão lesionados. No evento feminino, a russa Maria Sharapova, que já foi três vezes campeã na Itália, não vai atuar em Roma por ainda estar em recuperação de uma lesão no ombro direito.

A federação italiana também confirmou que a norte-americana Venus Williams e a bielo-russa Victoria Azarenka receberam convites da organização, assim como a local Sara Errani. Já para o evento masculino, Matteo Berrettini, Andreas Seppi e Lorenzo Sonego foram chamados pela organização para o Masters 1000 italiano.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora