Nadal busca virada incrível sobre Medvedev no 3º set e vence a 1ª no ATP Finals


No jogo que marcou o reencontro de Rafael Nadal e Daniil Medvedev depois da épica decisão que os dois fizeram no último US Open, o espanhol voltou a levar a melhor sobre o russo ao buscar uma incrível virada no terceiro set do confronto realizado nesta quarta-feira, na O2 Arena, em Londres, pela segunda rodada do Grupo Andre Agassi do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

O atual líder do ranking mundial chegou a estar perdendo a parcial derradeira do duelo por 4/0 e depois por 5/1, mas conseguiu buscar a igualdade por 5/5 e depois faturou o triunfo de forma surpreendente, no tie-break. No fim, Nadal venceu por 2 sets a 1, com 6/7 (3/7), 6/3 e 7/6 (7/4), em 2h46 de duelo na capital inglesa.

Essa foi a primeira vitória do espanhol neste ATP Finals, no qual estreou na última segunda-feira com uma derrota para o alemão Alexander Zverev, atual campeão, por 2 sets a 0. Já Medvedev foi batido pela segunda vez após ter aberto campanha sendo superado pelo grego Stefanos Tsitsipas, também em sets diretos na última segunda.

Com o resultado, o atual quarto colocado do ranking mundial poderá dar adeus às chances de classificação às semifinais da competição já nesta quarta-feira. Isso ocorrerá se Zverev superar Tsitsipas no duelo marcado para começar às 17 horas (de Brasília). Com isso, o alemão garantiria vaga na próxima fase por antecipação e fecharia campanha neste Grupo Andre Agassi contra um já eliminado Medvedev. Já Nadal e o tenista da Grécia se enfrentariam no outro duelo que fechará esta chave e valeria um lugar nas semifinais, pois ambos jogariam em busca de uma segunda vitória, sendo que o russo só poderá terminar este estágio inicial do torneio com no máximo um triunfo.

Ainda em busca do primeiro título do ATP Finals em sua carreira, Nadal chegou a Londres em condições físicas incertas, pois não conseguiu disputar a semifinal do Masters 1000 de Paris, no sábado retrasado, por causa de uma distensão abdominal. E após cair diante de Zverev na estreia, o espanhol se viu muito próximo de uma nova derrota nesta quarta.

No equilibrado primeiro set do confronto, ele e Medvedev confirmaram todos os seus saques e forçaram a disputa do tie-break, no qual o russo foi melhor e abriu vantagem com um 7/3. Na segunda parcial, porém, o número 1 do mundo confirmou todos os seus serviços e converteu dois de quatro break points para fazer 6/3 e empatar o duelo.

No set final, Medvedev conquistou duas quebras de saque consecutivas, abriu 4/0 e depois 5/1 para ficar a um game da vitória. Porém, começou a cometer muitos erros e viu o espanhol devolver as duas quebras, empatar o jogo e forçar novo tie-break. A essa altura, o russo já exibia irritação com os seus próprios vacilos e, justamente ao jogar para fora uma bola em um golpe do fundo de quadra, ele acabou cedendo o ponto que assegurou ao espanhol o placar de 7/4 que liquidou o jogo.

Essa foi a sua terceira vitória em três jogos contra o russo. Os dois duelos anteriores entre os dois também ocorreram neste ano. No primeiro deles, o espanhol arrasou por 6/3 e 6/0 no Masters 1000 do Canadá. Depois, porém, o favorito precisou jogar cinco equilibrados sets para derrotar o rival na final do US Open, o Grand Slam realizado em Nova York. “Eu sinto por Daniil porque jogou muito melhor do que eu no terceiro set”, disse o vencedor logo após o duelo desta quarta. E ele também reconheceu: “Sinceramente, eu tive muita sorte”. “Você ganha uma de cada mil partidas como essa”, completou.

A vitória de Nadal nesta quarta-feira também voltou a colocar fogo na disputa pela liderança do ranking mundial, que está em jogo neste ATP Finals. O sérvio Novak Djokovic, que também acumula uma vitória e uma derrota na outra chave do torneio, tem chance de encerrar esta temporada como número 1 do mundo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora