Medina, Filipinho e Ítalo avançam às quartas de final na África do Sul


O surfe brasileiro terá três representantes nas quartas de final da etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, do Circuito Mundial. Nesta quarta-feira, na retomada do evento, que estava paralisado desde sábado, Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira avançaram de fase, enquanto outros representantes do País caíram nas oitavas.

Na segunda bateria do dia, Medina viu o australiano Ryan Callinan abrir vantagem, mas conseguiu as notas 5,97 e 6,97 nas suas duas últimas ondas, obtendo um somatório de 12,94 e superando o adversário, que ficou com 11,67. E o seu próximo adversário vai ser Owen Wright, também da Austrália.

Com excelente desempenho e a melhor nota até agora do evento em Jeffreys Bay – 9,43, logo na sua primeira onda na bateria -, Filipe Toledo ainda conseguiu outra nota alta – 8,83 – para somar 18,26, superando o também brasileiro William Cardoso, que somou 11,33. Nas quartas de final, o atual campeão da etapa de Jeffreys Bay vai encarar o havaiano Sebastian Zietz.

Já Ítalo Ferreira teve um bom começo de bateria, conseguindo a nota 7,33, que se somaria a 6,73 para lhe garantir 14,06 pontos. Assim, o brasileiro conseguiu eliminar o norte-americano Kelly Slater, que fez 12,20.

O adversário de Ítalo nas quartas de final em Jeffreys Bay vai ser o japonês Kanoa Igarashi, que teve desempenho de alto nível para superar outro brasileiro, Peter Crisanto, por 17,24 a 11,73, o que inclui uma nota 9,07 na sua melhor onda.

Além de Crisanto e Cardoso, outro brasileiro eliminado nas oitavas de final na África do Sul foi Deivid Silva, que perdeu nesta quarta-feira para o norte-americano Kolohe Andino por 12,73 a 12,14 em uma bateria bastante equilibrada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora