Marcelo Melo e Lukasz Kubot perdem de franceses e caem na semifinal do ATP Finals


A temporada de 2019 do brasileiro Marcelo Melo terminou neste sábado. Pelas semifinais da chave de duplas do ATP Finals, torneio em Londres que reúne os melhores tenistas do ano, ele e o polonês Lukasz Kubot, que formam a parceria cabeça de chave número 2 da competição, foram derrotados pelos franceses Pierre Herbert e Nicolas Mahut em um jogo de muitas quebras de saque por 2 sets a – com parciais de 6/3 e 7/6 (7/4), após 1 hora e 34 minutos.

O tenista mineiro e o polonês haviam ganhado dois dos três duelos anteriores diante dos franceses, incluindo a vitória de poucas semanas atrás na semifinal do ATP 500 de Viena, na Áustria, e outra nas oitavas do US Open de 2018. Mas perderam na mesma arena O2 Arena na fase classificatória do ATP Finals DP ano passado.

Esta foi a sétima participação seguida de Melo no ATP Finals – desde 2013, recordista entre os brasileiros, a terceira ao lado de Kubot (2017, 2018 e 2019). Semifinalista este ano, foi duas vezes vice-campeão: em 2017, com o atual parceiro polonês, e em 2014, com o croata Ivan Dodig.

Melo e Kubot terminam a temporada tendo chegado a seis finais e conquistado o título do ATP 250 de Winston-Salem (Estados Unidos), o 13.º juntos e o 33.º da carreira do recordista brasileiro. Foram vice-campeões nos ATP 500 de Halle (Alemanha), Pequim (China) e Viena e nos Masters 1000 de Indian Wells (Estados Unidos) e Xangai (China).

“Foi mais uma vez decidido no detalhe, especialmente por estar no Finals, todo mundo jogando muito bem. Eles vêm com muita confiança. Ganharam Paris (Masters 1000), uma dupla que nem precisa falar os resultados, venceram os quatro Grand Slams. Jogam realmente muito bem. Foram agressivos. Jogaram melhor que a gente”, explicou Melo.

“Tivemos algumas chances, especialmente no segundo set, com um break acima. Mas no primeiro também perdermos três games seguidos no ponto decisivo. Então o jogo poderia ter sido bem diferente. Hoje (sábado) encaixou mais para eles, faz parte. Temos de sair de cabeça erguida. Classificamos para o Finals, saímos na semifinal, encerrando a temporada com balanço positivo”, completou.

Campeões do Aberto da Austrália logo no começo da temporada, Pierre Herbert e Nicolas Mahut chegaram a se separar para o primeiro se dedicar mais à carreira de simples, mas retornaram nas últimas semanas e conquistaram o título em Paris. Eles ainda não perderam sets neste ATP Finals e decidirão o título, às 12 horas deste domingo (de Brasília), contra o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus, que na outra semifinal bateram de virada os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, atuais líderes do ranking, por 2 sets a 1 – com parciais de 6/7 (5/7), 7/6 (12/10) e 10 a 6 no match tie-break.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora