Isaquias e Erlon vencem bateria e vão à final do C2 1000m no Mundial de Canoagem


Um dos principais nomes do esporte olímpico brasileiro, Isaquias Queiroz teve um dia de êxitos no Mundial de Canoagem e Paracanoagem, que está sendo realizado em Szeged, na Hungria. Nesta sexta-feira, ele se garantiu na final do C2 1000 metros ao lado de Erlon de Souza, além de ter avançado às semifinais do C1 1000m.

No C2 1000m, Isaquias e Erlon venceram uma das baterias das semifinais com o tempo de 3min27s34, deixando para trás os cubanos Serguey Madrigal e Fernando Jorge, que marcaram 3min28s70. No Pan, os brasileiros não conseguiram ganhar a prova porque Erlon passou mal na disputa pelo ouro.

Nesse caso, o tempo de Isaquias e Erlon foi o quarto melhor das três semifinais do Mundial. A disputa pelo pódio está agendado para as 7h03 (horário de Brasília) deste sábado.

No C1 1000m, Isaquias venceu a sua bateria eliminatória com o tempo de 3min52s95, tendo liderado a disputa desde o início. Porém, considerando o resultado das outras baterias, o brasileiro fez apenas o 12º melhor tempo do classificatório.

A semifinal com a presença do brasileiro está marcada para as 10h58 (horário de Brasília) deste sábado, sendo que os três primeiros colocados da bateria avançam à disputa de medalha no Mundial. Há algumas semanas, Isaquias faturou o ouro do C1 1000m nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

PARACANOAGEM – Além disso, Luiz Cardoso assegurou a medalha de bronze no LK1 200m com o tempo de 46s49. O húngaro Peter Kiss faturou o ouro, com 45s42, enquanto o italiano Esteban Farias levou a prata com 46s17. Na quinta-feira, o Brasil já havia ido duas vezes ao pódio, com o ouro de Luís Cardoso no VL3 masculino 200m e a prata de Caio Ribeiro no VL2 masculino 200m.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora