IAAF mantém suspensão ao atletismo da Rússia pelo menos até fevereiro

A Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) anunciou nesta quinta-feira a manutenção da suspensão imposta ao atletismo da Rússia,…


A Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) anunciou nesta quinta-feira a manutenção da suspensão imposta ao atletismo da Rússia, proibido de participar de competições internacionais. A punição vai continuar valendo até pelo menos fevereiro.

De acordo com Rune Andersen, norueguês especialista antidoping que comanda a força de trabalho que monitora os esforços antidoping da Rússia, nenhuma decisão será tomada até o segundo mês do ano que vem.

Nesta quinta-feira, ele admitiu que houve progresso nas ações da Rússia, mas disse que o grupo quer voltar a Moscou em janeiro para vistoriar pessoalmente esses avanços. Além disso, ele aguarda a segunda parte do relatório do professor canadense Richard H. McLaren, que publicará na semana que vem detalhes de como autoridades russas burlaram o controle de dopagem dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, em 2014, quando competiram em casa.

Em 13 de novembro, a suspensão imposta à Federação Russa de Atletismo (RUSAF, na sigla em inglês) completou um ano. Desde o fim do ano passado, os atletas russos estão proibidos de competir internacionalmente, punição que valeu inclusive para os Jogos Olímpicos do Rio.

Desde então, de acordo com Andersen, a RUSAF demonstrou grande progresso para satisfazer as condições de restabelecimento, avaliação que ele passou ao Conselho Executivo da IAAF, em encontro realizado em Montecarlo (Mônaco).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!