Ginástica rítmica do Brasil é ouro em evento por equipes e prata na fita

Brasil conquistou, nesta segunda-feira, duas medalhas no encerramento das disputas da ginástica rítmica nos Jogos Pan-Americanos de Lima


O Brasil conquistou, nesta segunda-feira, duas medalhas no encerramento das disputas da ginástica rítmica nos Jogos Pan-Americanos de Lima. A equipe nacional faturou o ouro na prova por equipes de três arcos e dois pares, enquanto Barbara Domingos levou a prata na fita.

Com uma apresentação sem erros, Deborah Medrado, Camila Rossi, Nicole Pircio, Vitória Guerra e Beatriz Linhares conseguiram 24,250 pontos. O time do México foi o segundo colocado, com 23,050 pontos. E Cuba completou o pódio, na terceira posição, com 22,200.

Foto: Wander Roberto / COB
Deborah Medrado, Camila Rossi, Nicole Pircio, Vitória Guerra e Beatriz Linhares conseguiram 24,250 pontos

Barbara Domingos, de 19 anos, foi a segunda colocada na fita com 17,450 pontos.
Nesse mesmo evento, Natália Gaudio ficou apenas na oitava posição, com 13,550, em último colocada entre as finalistas. A norte-americana Evita Griskenas faturou a medalha de ouro, com 17,950 pontos. E o bronze foi para a mexicana Karla Diaz, com 16,200.

Além disso, Barbara participou nesta segunda da disputa das maças, sendo a quinta colocada com 16,660 pontos, uma posição atrás de Natália, que somou 17,250. Nessa prova, o ouro foi para a norte-americana Camilla Feeley, com 17,950 pontos.

Assim, o Brasil fechou a sua participação na ginástica rítmica com a conquista de cinco medalhas. As outras haviam sido asseguradas por Natália Gaudio, bronze no individual geral, e em dois eventos por equipes, no conjunto e na coreografia de cinco bolas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora