Eliminado, Cruzeiro dá adeus ao Mundial de Vôlei com vitória sobre time iraniano

Eliminado por antecipação na última quarta-feira, o Sada/Cruzeiro fechou a sua campanha no Mundial de Vôlei de clubes com uma…


Eliminado por antecipação na última quarta-feira, o Sada/Cruzeiro fechou a sua campanha no Mundial de Vôlei de clubes com uma vitória sobre o Khatam Ardakan, do Irã, por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 27/25 e 25/16, nesta quinta, em Rzeszów, na Polônia.

Este confronto fechou o Grupo B da competição, que teve como dois classificados às semifinais o Trentino, da Itália, e o Asseco Resovia, do país-sede. Também nesta quinta-feira, a equipe italiana superou o time polonês por 3 sets a 0, com 26/24, 25/23 e 25/20, e avançou à próxima fase como líder da chave.

Na segunda-feira, os cruzeirenses estrearam no Mundial com uma derrota por 3 a 2 para o Asseco. Depois, na quarta, caíram por 3 a 1 diante do Trentino. Com o triunfo desta quinta, a equipe mineira fechou campanha como terceira colocada do Grupo B, com quatro pontos, com uma vitória e duas derrotas. O time da Itália soma nove pontos na liderança, enquanto os donos da casa ficaram em segundo lugar, com cinco. Lanterna, o Khatam Ardakan não contabilizou nenhum.

Luan José Weber, com 16 pontos, foi o maior destaque ofensivo do Cruzeiro nesta quinta. Isac, com 12, terminou como o segundo maior pontuador da equipe mineira.

O Cruzeiro se credenciou para a disputa da competição na Polônia por ter sido campeão neste ano do Campeonato Sul-Americano, sendo que se sagrou campeão mundial em três oportunidades, em 2013, 2015 e 2016. Em 2017, terminou o torneio como terceiro colocado. O Trentino levou a taça em 2019, 2010, 2011 e 2012.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!