Daniel Serra acerta na estratégia e vence corrida 500 da Stock Car no Velopark

Atual bicampeão, Daniel Serra mostrou inteligência e coragem para vencer a corrida de número 500 da Stock Car, que inaugurou…


Atual bicampeão, Daniel Serra mostrou inteligência e coragem para vencer a corrida de número 500 da Stock Car, que inaugurou a temporada de 40 anos da categoria neste domingo. Ele se juntou ao pai, Chico Serra, ao vencer uma corrida centenária. Chico triunfou na corrida 100.

Largando no segundo lugar, o piloto da Eurofarma acertou na estratégia em meio a uma prova caótica pelas mudanças climáticas disputada no Velopark, em Nova Santa Rita (RS), onde é o maior vencedor – são cinco triunfos. Rubens Barrichelo, da Full Time Sports, que resistiu mesmo com o carro avariado depois de um choque com Cacá Bueno, chegou em segundo, e Ricardo Maurício, companheiro de equipe de Serra, fez uma corrida incrível de recuperação após largar em 17º para cruzar a linha de chegada em terceiro. Dono da pole, Thiago Camilo foi o quarto e Felipe Fraga, o quinto.

Experiente, Daniel Serra mostrou calma, inteligência, arrojo e frieza para, no momento mais crítico da prova, decidir se manter na pista com pneus secos em uma trajeto molhado pela chuva. A sorte, vale dizer, também esteve ao lado do piloto. “Arriscamos, achei que dava, e estou muito feliz”, disse Serra após a vitória.

O triunfo de Daniel Serra e o terceiro lugar de Ricardo Maurício tiveram um sabor especial para Rosinei Campos, o Meinha, chefe de equipe da Eurofarma. Ele esteve presente em todas as 500 corridas da história da Stock Car – desde a primeira em 1979 EM Tarumã, como preparador de carros (RS) – e comemorou muito o resultado.

Camilo e Serra travaram um embate intenso pela primeira posição. O piloto da Ipiranga Racing conseguiu abrir pouco mais de dois segundos e meio de frente para Serra, mas teve sua vantagem anulada pela entrada do Safety Car depois de Guga Lima escapar da pista no mesmo ponto em que Átila Abreu bateu forte durante a prova classificatória.

Camilo se manteve em primeiro depois da relargada, mas a chuva e um erro mudaram o panorama da corrida. Na janela de pit stops, aberta no momento em que a chuva apertava, Serra, em decisão conjunta com a sua equipe, optou por seguir com os pneus de pista seca e trocar apenas dois pneus, como manda o regulamento, ao contrário de Camilo, que apostou composto de chuva e, depois cometeu um deslize ao escorregar na reta oposta.

Com menos tempo gasto no pit stop, a estratégia do piloto da Eurofarma deu resultado. Serra assumiu a ponta no momento em que a chuva parava de cair no circuito e guiou com zelo e atenção até receber a bandeirada em primeiro.

A próxima etapa da Stock Car será no dia 5 de maio, no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!