Comitê Olímpico Italiano suspende todos eventos esportivos no país até 3 de abril


O temor com o surto global do novo coronavírus, denominado Covid-19, teve mais um capítulo nesta segunda-feira na Itália. Após uma reunião com todos as federações esportivas, em Roma, o Comitê Olímpico Italiano (CONI, na sigla em italiano) decidiu suspender todos os eventos esportivos no país até o dia 3 de abril. A entidade vai pedir um decreto para o governo para que essa medida seja validada.

De acordo com um comunicado oficial divulgado pelo CONI, essa decisão vale também para partidas do Campeonato Italiano de futebol. A competição já teve rodadas adiadas por causa da doença e jogos sem público no último final de semana, como os duelos entre Juventus e Inter de Milão, em Turim, e Milan x Genoa, em Milão.

“Confirmando que em todas as ações e circunstâncias a proteção da saúde é a principal prioridade de todos, no final da reunião o CONI estabeleceu por unanimidade que: todas as atividades esportivas estão suspensas em todos os níveis até 3 de abril de 2020; para cumprir esse ponto, o governo é obrigado a emitir um decreto ministerial que pode exceder o atual vigente”, informou a entidade em seu comunicado.

O CONI não tem jurisdição sobre as competições internacionais. No entanto, caso o governo italiano publique um decreto suspendendo todas as atividades esportivas no país, até mesmo jogos da Liga dos Campeões da Europa e da Liga Europa poderão ser suspensos. No momento, três jogos das competições continentais – Juventus x Lyon, em Turim; Inter de Milão x Getafe, em Milão; e Roma x Sevilla, em Roma – estão confirmado, mas a situação pode mudar conforme o posicionamento do governo.

A Itália é o país europeu mais afetado pelo coronavírus. Os casos têm se multiplicado bastante – são 7.375 infectados e 366 mortes até esta segunda-feira -, especialmente no norte do país, afetando diretamente equipes de futebol como Atalanta, Inter de Milão e Milan.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora